nsc
dc

Reação do mercado

Dólar vai a R$ 5,66 e Bovespa cai 2,75% com receio de “furo” no teto

É a pior pontuação do ano na Bolsa e a menor desde 23 de novembro de 2020, quando ficou em 107.378 pontos

21/10/2021 - 18h20

Compartilhe

Metrópoles
Por Metrópoles
O Ibovespa caiu 2,75%, a 107.735 pontos.
O Ibovespa caiu 2,75%, a 107.735 pontos.
(Foto: )

A Bolsa brasileira fechou em forte queda, nesta quinta-feira (21), com o receio do mercado em relação às declarações do ministro Paulo Guedes, da Economia, que falou em “licença” para furar o teto de gastos com intuito de financiar o programa Auxílio Brasil. O Ibovespa caiu 2,75%, a 107.735 pontos. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

É a pior pontuação do ano e a menor desde 23 de novembro de 2020, quando ficou em 107.378 pontos. Na quarta-feira (20), a bolsa fechou em alta de 0,10%, aos 110.786 pontos, após ter registrado queda de 3,28% na terça-feira (19). Com o resultado de hoje, passou a acumular queda de 3,05% no mês e de 9,59% no ano.

Também em reação às afirmações de Guedes, o dólar teve alta de quase 2%, chegando a R$ 5,66. Na maior cotação do dia, chegou a R$ 5,6889, renovando máximas que não eram vistas desde abril.

Leia mais em Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Leia também

Auxílio emergencial só será estendido se houver nova variante da Covid, diz Guedes

Bolsonaro revela vontade de privatizar Petrobras e promete discutir o assunto

Cruzeiros estão liberados no Brasil, mas há impasse em SC

Colunistas