Uma companhia aérea que proibiu a viagem de um cão atestado como suporte emocional de um homem em Florianópolis terá que enviar o animal à Itália em 10 dias. “Guri”, como é chamado o cãozinho, foi proibido de viajar com o dono, natural da Grande Florianópolis, para Roma, no início de fevereiro. Decisão ainda cabe recurso. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp

Conforme o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), mesmo com atestado médico sobre a necessidade de viajar na companhia do cachorro, a empresa impediu o embarque do animal na aeronave. Ambos estavam de mudança para a Itália.

No continente europeu, o homem entrou com um pedido de tutela urgente para transportar o cão à Roma, onde devem morar no próximo ano. Caso a companhia aérea não envie o animal dentro do prazo estipulado, pode receber multa diária de R$ 1,5 mil, segundo decisão do TJ.  

Conforme o processo, o animal é treinado para dar apoio ao dono em situações de pânico, surtos e distúrbios de comportamento. O pedido do tutor sobre viagens futuras do cão dentro da cabine do avião foi negado. Segundo a decisão, como ele já se encontra em outro país e o “transporte do animal tem a finalidade de tratamento emocional, o cão pode ser transportado no compartimento de carga”. O que deve ocorrer já na próxima semana.

Continua depois da publicidade

O cão, segundo o TJ, deve ser entregue à companhia aérea para embarque em dia e horário estipulado pela empresa, assim como a documentação sanitária do animal exigida pelo país de destino.

De acordo com o advogado do homem, Nelson Ruda, o tutor não fez uma boa viagem até Roma e, nos mais de 30 dias que se encontra no país italiano, está abalado emocionalmente e aguarda a chegada de seu cão para dar continuidade no tratamento.

Leia também

Voluntários buscam donos de cães que caíram na BR-101 após acidente em SC

Apesar do início da campanha nacional, SC ainda não recebeu vacinas contra a mpox

Qual o bairro de Florianópolis que ficou mais caro para a compra de imóveis no último ano

Destaques do NSC Total