nsc

Mercado de trabalho

Economia de tempo e dinheiro: Fepese auxilia empresas a contratarem estagiários

A Fepese conta com a parceria de mais de 450 instituições de ensino e já gerou mais de 17 mil vagas de estágio em cerca de seis mil empresas

15/06/2022 - 13h57 - Atualizada em: 24/06/2022 - 10h16

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Fepese
Há mais de 45 anos a Fepese desburocratiza o processo de contratação de estágio, facilitando a inserção de novos talentos no mercado
(Foto: )

Com o retorno das aulas presenciais nas instituições de ensino superior, muitos estudantes estão também em busca de estágios para se inserir no mercado de trabalho. Esse tipo de contratação é uma das principais formas de desenvolvimento profissional, fomentando também o surgimento de novos talentos. E, além disso, também permite que empresas ampliem sua rede de colaboradores com baixo custo operacional e conexão com instituições de ensino.

Segundo a Associação Brasileira de Estágios (Abres), existem em torno de 900 mil estagiários no país, sendo 214 mil estudantes dos níveis médio ou técnico e 686 mil do nível superior. Em Santa Catarina, uma das instituições mais atuantes nesse segmento é a Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese), por meio de sua Agência de Estágios.

Vagas de estágio
Mais de 17 mil vagas já foram geradas por meio da agência
(Foto: )

Marcelino Ito, superintendente da fundação, destaca que a agência já gerou mais de 17 mil vagas de estágio, tendo recebido em torno de 34 mil cadastros de estudantes interessados em vagas. Além disso, a Fepese tem parcerias com cerca de seis mil empresas e mais de 450 instituições de ensino.

> Vale a pena contratar um estagiário?

Dentre as empresas que buscam a assessoria da Fepese para a contratação de estagiários estão grandes instituições, como a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC) e o antigo Banco do Estado de Santa Catarina (BESC), mas também profissionais liberais, autônomos e pequenas empresas. A possibilidade de contratar estagiários está aberta para organizações de diversos portes, e Ito destaca as vantagens de contar com a parceria da fundação nesse momento:

— Nós dominamos todo o processo administrativo e jurídico da contratação. Isso significa que as empresas podem se preocupar com seu negócio enquanto a Fepese gere a busca e a contratação dos estagiários. Além disso, ao receber um estagiário, a empresa oportuniza ao estudante que ele desenvolva na prática o que aprende em sala de aula, assim como o desenvolvimento de novos talentos para o mercado de trabalho.

Lei do Estágio

A legislação que rege essa modalidade de contrato é a Lei n. 11.788, de 25 de setembro de 2008, também conhecida como “Lei do Estagiário”. É esse texto que dispõe sobre as atividades de trabalho dos estudantes e determina as regras, deveres e direitos de todos os envolvidos.

Quando uma empresa opta em acionar a Fepese e a Agência de Integração, nada disso precisa ser motivo de preocupação: como explica o superintendente, todo o processo é organizado e monitorado pela fundação, que é a instituição que intermedia o contato entre os envolvidos — universidade, empresa e estudante.

Conheça a Fepese

Atuante há mais de 45 anos, a Fepese é uma fundação de direito privado, sem fins lucrativos, de utilidade pública municipal e estadual, registrada e credenciada junto ao Ministério da Educação – MEC e ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. A Agência de Integração é apenas uma das frentes de trabalho da fundação, que desenvolve projetos também nas áreas de tecnologia, saúde, meio ambiente, eventos, concursos e capacitação.

Conheça mais da Fepese acessando o site

Leia também

Veja como é possível otimizar o marketing em 2022

7 temas sobre o futuro do marketing e dos negócios para acompanhar

Supermercados, cooperativas e mais: os setores que cresceram no Estado

Colunistas