nsc
an

Infraestrutura

Eixo Industrial de Joinville: o que foi feito um ano após anúncio das obras de duplicação

Liberação dos R$ 41 milhões foi anunciada pelo governador em 14 de junho do ano passado

18/06/2020 - 09h49

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Obras foram autorizadas em novembro do ano passado
Obras foram autorizadas em novembro do ano passado
(Foto: )

Um ano após o anúncio da duplicação das rodovias Hans Dieter Schmidt e Edgar Meister, conhecidas como Eixo Industrial, as obras ainda não deslancharam em Joinville. A liberação dos R$ 41 milhões foi anunciada pelo governador Carlos Moisés da Silva em 14 de junho do ano passado durante passagem pela cidade.

A licitação da obra foi lançada em 2017, mas concluída apenas no final de 2018, ainda na administração anterior. Em junho do ano passado, o governador anunciou a liberação dos recursos. No entanto, o início da duplicação foi autorizado apenas cinco meses depois, em novembro.

Segundo a Secretaria de Infraestrutura do Estado, as obras estão em andamento com os serviços de meio ambiente, com 10,14% executados de supressão vegetal e inventário florestal; drenagem, com 5,4% dos trabalhos realizados; e terraplanagem, com 2,24% executados.

A secretaria explicou que, à medida em que as etapas vão sendo concluídas nos trechos, são iniciadas as obras complementares, como sarjetas, bocas de lobo, caixas de passagem, aberturas de vala, meio-fio e, por fim, a pavimentação.

Serviços de meio ambiente estão 10,14% executados
Serviços de meio ambiente estão com 10,14% executados
(Foto: )

Impasse com licença ambiental

Um dos motivos para a obra ainda não ter deslanchado foi a demora para a liberação da licença para corte de vegetação pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA). No ano passado, o licenciamento ambiental provocou impasse entre o governo do Estado e a prefeitura de Joinville. A tarefa acabou ficando com o Estado, por meio do IMA.

A licença para corte de vegetação foi liberada em abril deste ano. Antes disso, os trabalhos de duplicação estavam sendo executados onde não havia necessidade de supressão da vegetação. Em março, a obra também precisou ser paralisada por alguns dias devido às medidas de enfrentamento ao coronavírus.

Trabalhos de terraplanagem estão 2,24% executados
Trabalhos de terraplanagem estão 2,24% executados
(Foto: )

Reivindicação antiga da cidade

A duplicação será realizada em um trecho de 5,7 quilômetros de rodovia, com investimento de R$ 41 milhões, incluindo a supervisão. O prazo para a conclusão é de dois anos. Quando a obra do Eixo Industrial estiver pronta, Joinville terá ligação duplicada entre o aeroporto e a BR-101.

A duplicação do Eixo Industrial é uma reivindicação antiga da cidade, principalmente do setor empresarial, já que as rodovias são vias de passagem de matéria-prima e produtos do Distrito Industrial de Joinville.

> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

Colunistas