nsc
    dc

    Disputa eleitoral

    Eleições 2020: João Rodrigues tem 38,9% dos votos em Chapecó, diz pesquisa

    Pesquisa para prefeitura de Chapecó ouviu 610 eleitores entre 16 e 18 de outubro, com margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou menos

    19/10/2020 - 23h08 - Atualizada em: 20/10/2020 - 15h31

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    João Rodrigues já foi eleito duas vezes prefeito de Chapecó
    João Rodrigues já foi eleito duas vezes prefeito de Chapecó
    (Foto: )

    João Rodrigues (PSD) está na frente na corrida pela prefeitura de Chapecó nas eleições 2020, de acordo com pesquisa eleitoral feita pelo Instituto Paraná de Pesquisas, contratada pela NSC Comunicação. O candidato, que já foi eleito prefeito da cidade outras duas vezes, tem 38,9% das intenções de votos, conforme o cenário apontado pela pesquisa. 

    ​> Em site especial, saiba tudo sobre as eleições municipais 2020​

    Na segunda posição, aparece o então vereador Cleiton Fossá (MDB). Em terceiro, há um empate técnico entre Claudio Vignatti (PSB) e Leonardo Granzotto (Patriota), porque, ao oscilar dentro dos limites da margem de erro, eles podem apresentar a mesma pontuação em algum momento.

    A pesquisa foi realizada entre os dias 16 a 18 de outubro de 2020 e entrevistou, por telefone, 610 eleitores de Chapecó. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, e o índice de confiança da pesquisa é de 95%. Significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

    Na pesquisa estimulada, os entrevistados tiveram que responder em qual dos sete candidatos confirmados para as eleições a prefeito da cidade eles votariam. Na frente, aparece João Rodrigues (PSD), com 38,9%, seguido de Cleiton Fossá (MDB), com 19,7% e Claudio Vignatti (PSB), com 11,1%. 

    >> Saiba quem são os candidatos a prefeito em Chapecó nas Eleições 2020

    Em seguida, está Leonardo Granzotto (PATRIOTA), com 5,9%. No limite da margem de erro, o candidato está empatado tecnicamente com Vignatti e com os concorrentes que aparecem logo atrás: Luciane Stobe (PTB), com 2,5%; Marcio Sander (PSDB), com 2%; e Antônio Valmor de Campos (PSOL), com 1,6%.

    Upiara: João Rodrigues e Vignatti polarizam horário eleitoral

    Outros 18,4% dos entrevistados disseram que vão votar em branco ou nulo, em nenhum dos candidatos ou ainda não definiram o voto.

    Claudio Vignatti e João Rodrigues têm os maiores índices de rejeição

    A mesma pesquisa perguntou aos entrevistados em qual candidato eles não votariam de jeito algum. Os eleitores puderam apontar mais de um nome. Claudio Vignatti (PSB), com 48,7%, e João Rodrigues (PSD), com 30,3%, têm a maior rejeição. Os demais candidatos registraram entre 13,4% e 17,4% de rejeição. Outros 3,3% dos eleitores entrevistados disseram que poderiam votar em qualquer candidato e 11,1% não souberam ou não responderam.

    > Como consultar candidatos a vereador e a prefeito em SC nas Eleições 2020

    Gestão de Luciano Buligon tem 52,5% de aprovação

    A pesquisa também perguntou aos entrevistados sobre a atual gestão de Chapecó. O prefeito Luciano Buligon (PSL), que não está na atual disputa ao cargo, teve 52,5% de aprovação. A administração de Buligon foi considerada ótima por 12,8% das pessoas que participaram e boa por 39,7%. Outros 32,5% dos entrevistados responderam regular para a pergunta e 13,6% consideraram a gestão ruim ou péssima. Um grupo de 1,5% não soube responder ou não quis opinar.

    Questionados em relação à gestão da covid-19, os entrevistados responderam também sobre o desempenho do prefeito, que garantiu aprovação de 61,6% dos eleitores. Outros 23,6% consideraram regular a atuação de Buligon, 11,6% acharam ruim ou péssima sua gestão e 3,1% não souberam responder ou não quiseram opinar.

    Isolamento social e queda na renda: os principais impactos da pandemia

    A pesquisa aponta ainda o que mais impactou a vida dos entrevistados durante a pandemia do novo coronavírus. Nesta pergunta, cada entrevistado pôde indicar mais de uma situação. Isolamento social ou não poder sair de casa foi o item mais mencionado pelos entrevistados, com 25,1%.

    > Prefeito de Chapecó decide manter comércio aberto, apesar de o governo de SC indicar fechamento

    Outros 13,8% disseram que a renda diminuiu ou que tiveram prejuízos financeiros e 10,5% relataram que ficaram sem emprego. Há ainda outros 17,7% que disseram não ter nenhum impacto e 3,6% não souberam ou não quiseram responder.

    FICHA TÉCNICA

    Período avaliado: entre 16 e 18 de outubro de 2020

    Amostra: 610 eleitores

    Método: a pesquisa foi feita por telefone, devido à pandemia da Covid-19

    Margem de erro: a máxima estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos

    Nível de confiança: 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral.

    Solicitante: pesquisa contratada por NSC Comunicação

    Registro no TSE: sob o número SC-09034/2020

    Leia mais:

    Cidades do Oeste de Santa Catarina decidem manter aulas remotas

    Patrimônio de candidatos a prefeito em Chapecó varia de R$ 52 mil a R$ 2 milhões

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política

    Colunistas