Empresas de ônibus que circulam em Santa Catarina cancelaram as viagens nesta terça (1º) e suspenderam as rotas previstas para quarta-feira (2). O movimento é uma resposta aos bloqueios bolsonaristas em pelo menos 70 pontos de rodovias no Estado. 

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Em nota publicada em uma página do Facebook, a empresa Santa Anjo informou aos passageiros que todas as viagens marcadas para terça (1º) e quarta-feira (2) estão canceladas. A volta das operações depende da liberação das estradas e o fim das manifestações que estão impedindo a circulação de veículos nas vias estaduais e federais. 

O grupo JCA, dono da Catarinense, Expresso do Sul, Auto Viação 1001 e outras empresas de transporte interestadual e intermunicipal, também suspendeu todas as rotas que passam por Santa Catarina para esta terça. Em um comunicado no site, a companhia afirma que viagens estão sofrendo atrasos e cancelamentos.

Grávida passa por momentos de aflição “presa” em bloqueio

Continua depois da publicidade

Apesar de não ter informado a situação das operações para os próximos dias, a venda de passagens para esta quarta-feira (2), pela Catarinense e Expresso Sul, aparece suspenso nos sites das companhias.

O mesmo acontece com o site da Eucatur. Para esta quarta-feira (2), o portal oficial não oferece passagens para diversas rotas que saiam ou tenham destino à municípios catarinenses. Pelas redes sociais, a empresa avisou aos passageiros que várias viagens sofreram atrasos e cancelamentos. 

VÍDEO: PRF usa força após bolsonaristas se negarem a liberar a BR-101, em Itapema

Todas as rotas da Brasil Sul que passam pelo território catarinense foram suspensas. A nota da companhia não informa até quando as viagens estão canceladas, mas reforça que as manifestações estão causando transtornos à programação de operações.

SC possui pelo menos 70 trechos bloqueados 

Santa Catarina possui, na noite desta terça (1º), pelo menos 70 trechos bloqueados em rodovias federais e estaduais. Manifestantes bolsonaristas, insatisfeitos com o resultado da eleição presidencial, continuam impedindo a circulação de veículos pelo terceiro dia seguido. As barreiras já geram prejuízo milionário para o estado, conforme divulgou o colunista Renato Igor.

Continua depois da publicidade

SC segue com mais de 70 bloqueios em rodovias; veja lista

A Justiça Federal no Estado já atendeu ao pedido da AGU, determinando que sejam adotadas as “medidas necessárias e suficientes ao resguardo da ordem pública e da livre circulação de veículos nas rodovias”. A decisão judicial prevê multa de R$ 10 mil para cada pessoa física que descumpri-la.

Além disso, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, determinou que a PRF e as polícias militares dos Estados tomem ações imediatas para liberar as vias interditadas.

Veja o que cada empresa orienta aos clientes: 

Santo Anjo: A empresa afirmou que, quando as rodovias foram liberadas e retomar o serviço, avisará a todos os clientes antecipadamente.

Grupo JCA: Clientes com viagem entre 31/10 a 06/11 podem remarcar a viagem sem custo adicional, de forma que possam replanejar a locomoção com tranquilidade e segurança. A empresa informou que está comunicando também via SMS e e-mail os clientes registrados na base, para os casos de viagens canceladas.

Continua depois da publicidade

Eucatour: A companhia publicou que as passagens podem ser remarcadas sem custo diretamente em guichês da empresa nas rodoviárias.

Brasil Sul: A empresa orienta que os passageiros busquem atendimento nas rodoviárias (em guichê mais próximo) ou por meio do SAC. Ainda confirmou que viagens afetadas pelas paralisações poderão ser remarcadas sem custo adicional pelo período estipulado em lei.

Veja o vídeo sobre os bloqueios nas rodovias de SC:

Leia também

Perdas do comércio com bloqueios nas rodovias podem superar as de 2018, diz CNC

UFSC tem nova pichação nazista com ameaça de morte a aluno

Sacerdote bloqueado em rodovia no Sul: “o senhor é padre cristão?”

Destaques do NSC Total