nsc
dc

Educação

Enem 2020: chuva dificulta acesso aos locais de prova em Santa Catarina

Na UFSC, em Florianópolis, participantes enfrentam pontos de alagamento e poças de lama para chegar nas salas

24/01/2021 - 10h02 - Atualizada em: 24/01/2021 - 18h01

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Cláudia
Por Cláudia Morriesen
imagem mostra jovem entrando em corredor alagado
Segundo dia do Enem 2020 presencial acontece neste domingo (24)
(Foto: )

O segundo dia do Enem 2020 presencial neste domingo (24), com provas de matemática e ciências da natureza, começou com dificuldade para os estudantes no acesso a algumas entradas da Universidade Federal de Santa Catarina( UFSC) causados pela chuva. 

​> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp​

No Espaço Físico Integrado (EFI) da UFSC, os participantes tiveram que passar por locais empossados e, em uma das entradas, o local onde era possível aguardar a abertura dos portões estava alagado. Já no Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da UFSC, o acesso foi tranquilo, mais havia água acumulada na frente do prédio e os participantes chegaram bastante molhados. 

Os portões foram abertos mais cedo, às 11h15, no CCE, e às 11h25 no EFI, e não houve formação de longas filas, como no primeiro dia de provas. O Exame começou a ser aplicado às 13h30min. Os participantes têm cinco horas para responder a 90 questões de matemática e ciências da natureza.

Adleine dos Santos, 29 anos, mora no Monte Verde e tenta administração nesta edição do Enem. Ela chegou cedo nos dois dias de prova, já que não conhecia a UFSC e queria garantir que estava no local certo. Mesmo de Uber, se molhou bastante para conseguir chegar ao CCE neste domingo.

— Achei que teriam placas informando o local da prova, mas não tem nada. Tive que pedir ajuda pra uma pessoa que também estava vindo pra cá — analisou.

foto mostra candidatos do Enem olhando o celular
Jovens chegaram mais cedo para garantir o acesso aos locais da prova
(Foto: )

foto mostra passagem na frente da UFSC alagada
Candidatos que chegaram de ônibus precisaram passar pela lama para entrar no EFI da UFSC
(Foto: )
foto mostra candidatatos esperando início da prova no EFI
Candidatos aguardando início da prova no EFI
(Foto: )

Isabela Caludo, 18 anos, está prestando o Enem pela primeira vez e quer tentar o curso de engenharia de automação. Com as confusões do domingo passado, em que alguns alunos foram barradas na entrada por conta da lotação da salas, ela decidiu chegar ainda mais cedo para garantir seu lugar na sala.

 — Eu morri de medo de ficar de fora, entãalmocei às 10h e logo vim pra ca. É uma chance que você tem uma vez no ano e não sei se aquele negócio de reaplicação realmente vai funcionar. Não quis me arriscas — contou.

Alunos chegam cedo para garantir acesso ao local de prova do Enem
Alunos chegam cedo para garantir acesso ao local de prova do Enem
(Foto: )

Lotação de sala impediu candidatos de entrarem no primeiro dia

No domingo (17), primeiro dia de aplicação das provas presenciais, muitos candidatos não conseguiram realizar o Exame por conta da lotação das salas, restrições que fazem parte dos protocolas sanitários contra a Covid-19. Em Florianópolis, o problema aconteceu com alguns alunos que estavam inscritos para realizar o Exame na UFSC.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

O Inep informou que quem foi impedido de fazer a primeira prova por problemas logísticos, poderia comparecer no segundo dia normalmente e pedir a reaplicação da prova que perdeu. Segundo a instituição, o participante que foi prejudicado também poderá pedir a reaplicação das duas provas presenciais. A solicitação deve ser feita entre os dias 25 e 29 de janeiro, na Página do Participante.

> Enem 2020: salas de prova têm 80% de ocupação e Defensoria diz que Inep mentiu sobre segurança

Luisa Nascimento, 27 anos, foi barrada na última prova por conta da lotação da salas. Neste domingo, ela chegou ao CCE quando os portões estavam quase fechando, às 12h55min, para pedir informações. No local, foi informada de que poderia entrar para realizar a segunda prova naquele momento ou pedir a reaplicação das duas. 

Como Luisa veio da sua casa, na Carvoeira, a pé e chegou completamente molhada na UFSC, ela optou por não realizar o exame neste domingo.

— Da outra vez eu vim mais animada e não consegui entrar, mas dessa vez não estava motivada. Também estou bem despreparada hoje, porque cheguei toda molhada, pisei em poça de lama. Foi um caminho cheio de obstáculos até chegar aqui não UFSC. Então como falaram que posso fazer a prova em outro dia, achei melhor assim — relatou.

Luisa chegou na UFSC para fazer o Enem completamente molhada
Luisa chegou na UFSC para fazer o Enem completamente molhada
(Foto: )

Enem em ano de pandemia

Para grande parte dos estudantes que aplicaram o Enem em 2020, a pandemia refletiu nos resultados. Muitos alunos relataram que enfrentaram dificuldade e se sentiram desmotivados para estudar em casa. 

— Eu não estudei direito, porque acho que a pandemia atrapalhou bastante. No começo estava bem confuso, depois tivemos EAD [ensino a distância], então dava aquela preguiça de estudar em casa. Corri atrás agora nos últimos tempos, mas sei que não foi suficiente — relatou Alice Braga, de 17 anos, que quer cursar adminsitração.

Maria Eduarda Abromovicz, de 17 anos, que estava fazendo o Enem pela terceira vez, também sentiu que a dificuldade em estudar em casa em 2020, refletiu em seu desempenho na prova:

— Essa foi a prova mais difícil pra mim em relação aos outros anos. Não sei se as questões realmente estavam mais difíceis, ou se foi por causa desse ano todo meio louco que não conseguimos estudar direito.

> Enem 2020: mulheres e brancos formam a maioria dos candidatos inscritos em SC

Protocolos de segurança contra Covid-19 

Com até 50% de lotação nas salas, o Enem 2020 contou com uma série de protocolos contra Covid-19. Os participantes tinham que manter o distanciamento no pátio e nas salas de aula, além de seguir as demais medidas de segurança, como o uso de máscaras de proteção facial durante toda a prova.  

Apesar de alguns estudantes relatarem que as medidas não estavam sendo cumpridas nos seus locais de prova, Raul Alves, de 19 anos, conta que se sentiu seguro durante toda a aplicação. O estudante realizou o Exame no CCE, na UFSC.

— Na minha sala foi bem tranquilo, estava com um distanciamento legal entre as carteiras e sempre na entrada e saída de sala, até durante a prova, era oferecido álcool em gel. Todo mundo tava de máscara também — relatou. 

Participantes precisavam utilizar álcool em gel e máscara durante toda a prova
Participantes precisavam utilizar álcool em gel e máscara durante toda a prova
(Foto: )

Datas do Enem 2020

Neste ano, o Enem terá três aplicações: a digital, a regular e a reaplicação. Confira as datas:

Prova Impressa: 17 e 24 de janeiro 

Enem Digital: 31 de janeiro e 7 de fevereiro

Reaplicação: 24 e 25 de fevereiro

Colunistas