nsc
dc

Games

Entenda como funciona o Valorant, jogo presente no Torneio Universitário de eSports

Em 2020 o mundo dos Games conheceu o novo FPS da Riot Games, o Valorant. Com pouco mais de 1 ano desde o lançamento, o jogo vem ganhando espaço no cenário competitivo dos eSports. Com isso, estará presente no Torneio Universitário de eSports 2021

24/08/2021 - 07h16

Compartilhe

Por Matheus Dal Prá
O Valorant conta com 16 agentes com habilidades únicas.
O Valorant conta com 16 agentes com habilidades únicas.
(Foto: )

Em 2020 foi lançado o novo FPS (Tiro em primeira pessoa) da Riot Games, o Valorant. O jogo se assemelha muito ao título da Valve que teve muito sucesso desde seu lançamento, o Counter Strike Global Offensive. Após um período de Beta, o jogo chegou no Brasil em junho de 2020 de forma gratuita para PC. Preparamos um guia sobre as principais informações dessa modalidade que estará presente no Torneio Universitário de eSports.

Tipo de jogo e cenário competitivo

Como citamos acima, o jogo se assemelha muito com o CS:GO, sendo um jogo de tiro em primeira pessoa 5x5, com objetivo de plantar e desarmar a spike. A primeira equipe que conquistar 13 rodadas, vence a partida. De maneira simples e direta, o time que estará no lado atacante, terá que escoltar a bomba para que ela seja plantada em lugares determinados no mapa, A, B ou C. Se a bomba não for desarmada dentro do tempo, ela explodirá e a equipe defensiva perderá a rodada.

Um dos diferenciais do jogo é a presença de recursos versáteis e únicos. Existem diversos tipos de agentes para você escolher, cada um com características próprias e habilidades únicas. No início de cada rodada, você pode comprar armas e habilidades, com isso, realizar alguma jogada diferente.

Em meio a pandemia, o cenário competitivo do Valorant passou por dificuldades para se estabilizar. Porém, para 2021 a estrutura ganhou forma e foram divididas em três etapas. O Valorant Champions Tour começa com o Valorant Challengers, onde qualquer equipe do mundo pode disputar as classificatórias abertas. Após uma disputa de três diferentes Challengers, as equipes classificam para o Valorant Masters, sendo torneios regionais ou internacionais. Nesses torneios, as equipes que mais somarem pontos classificam para o Valorant Champions, com planos de realização em dezembro.

Calendário do Cenário Competitivo de Valorant no Brasil
Calendário do Cenário Competitivo de Valorant no Brasil
(Foto: )

No cenário universitário, esse ano de 2021 marca o começo da modalidade na maioria dos campeonatos. O Torneio Universitário de eSports 2021 terá o Valorant como uma das sete modalidades.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Agentes disponíveis

Atualmente o Valorant conta com 16 agentes, um número bem expressivo que a cada atualização soma algum personagem novo. Vamos falar das habilidades de cada um.

O Valorant conta com 16 agentes com habilidades únicas.
O Valorant conta com 16 agentes com habilidades únicas.
(Foto: )

· Jett: A duelista conta com as habilidades de Corrente Ascendente, Brisa de Impulso, Erupção das Brumas e a Ultimate Tormenta de Aço.

· Raze: A segunda duelista, Raze conta com as habilidades Cargas de Explosivos, Cartuchos de Tinta, Bumba e a Ultimate Estraga Prazeres.

· Breach: É o primeiro iniciador da lista, Estopim, Falha Tectônica, Pós Choque e Onda Trovejante de Ultimate.

· Omen: O controlador Omen conta com as habilidades Paranoia, Manto Sombrio, Passos Tenebrosos e a Ultimate Salto das Sombras.

· Brimstone: Outro controlador com ótimas habilidades, Incendiário, Fumaça Celeste, Sinalizador Estimulante e Ataque Orbital como Ultimate.

· Phoenix: O Duelista conta com as habilidades de Bola Curva, Mãos Quentes, Labareda e a Ultimate Renascimento.

· Sage: A primeira Sentinela lançada, Sage conta com Orbe de Lentidão, Orbe Curativo, Orbe de Barreira e a sua Ultimate é a Ressureição.

· Sova: O Iniciador detém de uma Flecha de Choque e outra Rastreadora, o Drone Coruja e a Ultimate Fúria do Caçador.

· Viper: A Controladora lança uma Nuvem Venenosa, Cortina Tóxica e o Veneno de Cobra. A Ultimate é o Poço Peçonhento.

· Cypher: O segundo agente Sentinela, conta com a Jaula Cibernética, Câmera de Vigilância, Fio Armadilha e o Assalto Neural de Ultimate.

· Reyna: A Duelista tem as habilidades de Devorar, Dispensar, Olhar Voraz e a Ultimate Imperatriz.

· Killjoy: A Sentinela consiste das habilidades Robô de Alarme, Torreta, Nano enxame e o Confinamento é a sua Ultimate.

· Skye: Mais uma Iniciadora na lista, conta com o Predador Explosivo, Luz Desbravadora, Reflorescer e na Ultimate os Rastreadores.

· Yoru: O Duelista conta com o Ponto Cego, Passagem Dimensional, Falcatrua e a Espionagem Dimensional.

· Astra: A Controladora pode utilizar do Pulso Nova, Nebulosa, Poço Gravitacional e a Divisa Cósmica como Ultimate.

· Kay/O: O último agente, também Iniciador, conta com a Granada Clarão, Ponto Zero, Fragmento e a Ultimate Anular.

Mapas do Modo Competitivo

Do mesmo modo que no CS:GO existe um número limitado de mapas disponíveis para jogar competitivamente, o Valorant também tem esse ponto. Atualmente o jogo conta com 6 mapas, Breeze, Icebox, Bind, Haven, Split e Ascent.

Breeze foi o último mapa adicionado em Valorant
Breeze foi o último mapa adicionado em Valorant
(Foto: )

· Bind: Esse mapa conta com dois portais de teletransporte, os jogadores podem se teletransportar instantaneamente para o outro lado do mapa. Com dois bombsites grandes, o mapa não tem uma zona central para grandes combates, com isso, é considerado um mapa pequeno, mas que compensa o uso dos portais.

· Split: É um dos mapas com mais pontos de combate, diversas rotas para avançar até os dois bombsites que existem. Na área central, uma elevação faz com que as duas regiões se conectem.

· Haven: Esse mapa é um pouco diferente dos demais. Com 3 bombsites, o time defensor passa por problemas na maioria das vezes. Porém, esses bombsites ficam próximos uns dos outros, fazendo com que o tempo de deslocamento seja menor.

· Ascent: Inspirado na Itália, o mapa tem alguns pontos que lembram muito o país. De maneira padrão, dois bombsites são separados pela área central com ótimos lugares para coberturas e pontos estratégicos para se esconder dos inimigos.

· Icebox: Uma área secreta de escavação da Kingdom fez com que Icebox surgisse. Localizado no ártico, existem diversos tipos de terreno, com tirolesas distribuídas pelo mapa onde os jogadores podem surpreender seus adversários.

· Breeze: O último mapa lançado pela Riot Games, também conta com dois bombsites e é inspirado em ruínas históricas e paraíso tropical. Com espaços abertos, os combates de longa distância podem fazer muita diferença.

Leia também:

Game com temática manezinha é desenvolvido por primos de Florianópolis durante a pandemia

Jogo feito em Florianópolis ganha destaque em premiação internacional de games

Game com temática manezinha é desenvolvido por primos de Florianópolis durante a pandemia

Colunistas