nsc
    hora_de_sc

    Fiscalização

    Escola de Florianópolis esconde 20 crianças no banheiro para fugir de fiscalização

    Instituição foi interditada e multada por manter as aulas presenciais, contrariando o decreto municipal

    18/03/2021 - 11h39 - Atualizada em: 18/03/2021 - 18h33

    Compartilhe

    Fernanda
    Por Fernanda Mueller
    Além do funcionamento irregular, a escola estava atuando sem alvará sanitário
    Além do funcionamento irregular, a escola estava atuando sem alvará sanitário
    (Foto: )

    Uma escola particular de Florianópolis, na região do Continente, escondeu 20 crianças no banheiro, durante a fiscalização sanitária na tarde desta quarta-feira (17), para omitir seu funcionamento. A instituição foi interditada e multada por manter as aulas presenciais, contrariando o decreto municipal.

    > Mulher de 36 anos morre de Covid-19 semanas depois de dar à luz em SC

    > Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

    Conforme a Vigilância Sanitária de Florianópolis, além do funcionamento irregular, a escola estava atuando sem alvará sanitário. Durante a ação, em conjunto com a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF), a instituição recebeu uma multa no valor de R$ 2.500 reais. Outra multa será aplicada pela falta de alvará do estabelecimento que vai de R$125 a R$ 2.500.  

    > Painel do Coronavírus: veja em mapa e dados por cidade como está a situação da pandemia

    Irregularidades nas escolas 

    Apenas em março, a Vigilância Sanitária recebeu mais de 40 denúncias de irregularidades em escolas da Capital. Na segunda-feira (15) a equipe de fiscalização atendeu uma ocorrência em outra escola do Continente, onde três crianças que estavam em isolamento domiciliar foram mandadas à escola pelos pais.

    > Fila de espera por UTIs em SC cresce 63% em duas semanas

    Por terem tido contato com casos positivos de Covid-19, os pais já haviam sido informados formalmente que as crianças deveriam ficar afastadas. Segundo a prefeitura de Florianópolis, mesmo após contato com os responsáveis, a escola informou à Vigilância Sanitária que os pais não iriam buscá-las sem que o turno escolar estivesse acabado. Os pais ou responsáveis receberam multa de R$1.250 reais. 

    > Com 1.609 mortes em 17 dias em SC, março é o mês com mais óbitos na pandemia

    Leia também:

    Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    Teste rápido e barato vai identificar mutações do coronavírus no Brasil

    Profissional de saúde mostra rotina atendendo pacientes na linha de frente da Covid-19

    Colunistas