nsc
    dc

    Pandemia

    Estado tem 70% de aumento de casos ativos em duas semanas, enquanto UTIs começavam a encher

    Com 31.859 casos ativos e novas 56 mortes, Estado supera outra vez marca mais alta de internados em UTIs no SUS e na rede privada em toda a pandemia

    25/02/2021 - 19h04 - Atualizada em: 25/02/2021 - 20h23

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Estado tem 886 internados em UTIs com covid-19 nas redes pública e privada
    Estado tem 886 internados em UTIs com covid-19 nas redes pública e privada
    (Foto: )

    Santa Catarina chega nesta quinta-feira, 25, à marca de 31.859 casos ativos de covid-19. São pessoas em tratamento contra a doença e capazes de transmitir o coronavírus. Em apenas 14 dias, o Estado assistiu ao aumento de 70% no total de pacientes o vírus ativo. Como agravante, a evolução de casos ativos acompanha justamente a ascensão da ocupação de leitos de terapia intensiva (UTIs) no Estado, que nesta quinta-feira fizeram o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, admitir que Santa Catarina vive um colapso no sistema de saúde, devido à expansão da covid-19. 

    > Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    O Estado registrou também nesta quinta-feira o mais alto número de pessoas internadas em UTIs públicas e privadas, diagnosticadas ou suspeitas de covid-19. São 886 internados, dos quais 778 estão em leitos do SUS e 108 em hospitais particulares, segundo o Estado. Novas 56 mortes também foram confirmadas pela Secretaria de Saúde de Santa Catarina (veja detalhes dos casos mais adiante), chegando ao acumulado de 7.165, e novos 4.754 casos foram confirmandos, somando agora 657.649 no total.

    “Colapso” é pouco para descrever o perigo que SC aceitou encarar na pandemia de Covid-19

    Casos ativos seguem em ascensão desde 2 de fevereiro

    A marca de 31.859 casos ativos já é a 6ª maior de toda a pandemia, superada apenas por cinco dias de dezembro, mas segue em tendência de alta desde 2 de fevereiro. Era o dia também em que o Estado registrava a menor ocupação de UTIS adulto em quase três meses, 71,9%. Desde então os casos ativos dobraram (cresceram 101% entre 2 e 25 de fevereiro) e a ocupação alcançou supera desde quarta-feira 94% nos leitos adultos.

    SC tem 104 pessoas à espera de UTI e pacientes intubados no corredor

    O maior volume de pacientes que hoje estão em tratamento contra a covid-19, cerca de 95%, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde, teve o início dos sintomas a partir do dia 12/2, com pico no dia 15. 

    SC em 24 horas: escolha por pacientes, fila de espera, choro de prefeito e... colapso

    Segundo especialistas em saúde pública, a data de aparecimento dos sintomas ajuda a aproximar da data real de infecção. Conforme a Organização Mundial da Saúde, infectados levam entre 1 e 14 dias para apresentar os primeiros sintomas de covid-19, mas a maioria identifica no quinto dia.

    Dos atuais 31 mil casos ativos, 95% começaram a sentir sintomas nas últimas duas semanas
    Dos atuais 31 mil casos ativos, 95% começaram a sentir sintomas nas últimas duas semanas
    (Foto: )

    O aumento de casos ativos preocupa porque se o quadro desses pacientes se agravar, o sistema de saúde de Santa Catarina já está saturado e pode sofrer ainda mais pressão nas próximas semanas. 

    Há exatamente um ano, primeiros catarinenses infectados com coronavírus relatavam sintomas

    Apenas nos últimos 7 dias, o crescimento de casos ativos saltou 30%. As regiões mais impactadas atualmente são a Oeste, que tem 10.633 pacientes em tratamento contra a covid-19; Grande Florianópolis, 6.217; Vale do Itajaí, 5.728; e Norte, 4.330. Com exceção da região Norte, que apresenta estagnação, todas as demais tiveram aumento em relação aos últimos dias.

    Situação das UTIs segue crítica em todas as regiões

    Por mais um dia, Santa Catarina tem um dia crítico no sistema de saúde. O registra o mais alto número da pandemia toda de pessoas internadas em UTIs públicas e particulares, diagnosticadas ou suspeitas de covid-19. São 886 internados: 778 em leitos do SUS e 108 em hospitais privados (veja detalhes no gráfico abaixo).

    O governo do Estado informou que a ocupação geral de UTI do SUS, que considera leitos adultos, pediátricos e neonatais, é de 90,4%. Apenas nos leitos adultos, onde estão 99 em cada 100 pacientes de covid-19, a lotação é de 94%, praticamente a mesma taxa observada na quarta-feira (veja detalhes no gráfico abaixo).

    A situação em tempo real, no entanto, pode ser ainda mais grave, porque há hospitais que já divulgaram listas de espera por leitos de UTI na rede pública, pacientes entubados no corredor das unidades, e o próprio secretário da Saúde, André Motta Ribeiro, admitiu que o Estado entrou em colapso pela alta demanda por leitos de terapia intensiva. O Estado também divulgou a negociação de leitos de UTI privadas na tentativa de amenizar a crise.

    Ocupação por região de leitos do SUS (adultos, pediátricos e neonatais)

    Em parênteses, a taxa de ocupação somente para leitos adultos (▲▼ evolução em relação ao dia anterior)

    Santa Catarina: 90,4% no geral (94% nos leitos adultos )

    Vale do Itajaí: 95,8% ▲ (96,1%▲)

    Meio-Oeste e Serra: 94,2%▲ (97,5%▲)

    Oeste: 90,1% (91,2% ▲)

    Foz do Rio Itajaí: 89,8% ▲ (94,2%▲)

    Grande Florianópolis: 88,4% (91,6%)

    Planalto Norte: 88,1% ▲ (94,3%▲)

    Sul: 87,2%(93,4%)

    Estado confirma novas 56 mortes

    A Secretaria de Estado da Saúde confirmou também 56 novas mortes (veja a relação completa abaixo) por covid-19 nesta quinta-feira. A reportagem do Diário Catarinense identificou também 5 óbitos divulgados em dias anteriores que foram removidos da base de dados do Estado: mulher de 71 anos de Braço do Norte, homem de 41 anos de Camboriú, homem de 55 anos de Itajaí, homem de 68 de Santa Cecília e uma mulher de 68 anos de São José do Cedro. 

    Com as novas mortes confirmadas, sobe para 7.165 o acumulado de óbitos desde o início da pandemia.

    > Receba notícias de Santa Catarina no Whatsapp

    Das 56 novas mortes, 31 ocorreram no Oeste (das quais 19 em Chapecó), 8 na Grande Florianópolis, 7 no Vale do Itajaí, 6 no Planalto Norte, 3 no Sul e 1 na Serra. Além dos dois bebês, os demais pacientes tinham entre 26 e 92 anos. Elas ocorreram entre 14 e 25 de fevereiro.

    Novas mortes confirmadas

    Grande Florianópolis

    23/02: Feminino, 47, Biguaçu

    23/02: Masculino, 43, Biguaçu

    25/02: Masculino, 82, Florianópolis

    24/02: Feminino, 61, Palhoça

    24/02: Feminino, 60, Palhoça

    23/02: Feminino, 81, São José

    24/02: Feminino, 76, São José

    24/02: Masculino, 67, São José

    Norte

    24/02: Masculino, 35, Canoinhas

    25/02: Masculino, 80, Jaraguá do Sul

    24/02: Feminino, 73, Joinville

    24/02: Feminino, 45, Joinville

    24/02: Feminino, 43, Joinville

    24/02: Masculino, 36, Joinville

    Oeste

    23/02: Feminino, 74, Caçador

    24/02: Masculino, 86, Chapecó

    24/02: Masculino, 83, Chapecó

    24/02: Feminino, 79, Chapecó

    24/02: Masculino, 79, Chapecó

    23/02: Masculino, 78, Chapecó

    24/02: Feminino, 77, Chapecó

    24/02: Masculino, 77, Chapecó

    24/02: Masculino, 70, Chapecó

    24/02: Masculino, 68, Chapecó

    24/02: Feminino, 67, Chapecó

    25/02: Masculino, 67, Chapecó

    24/02: Masculino, 66, Chapecó

    23/02: Masculino, 63, Chapecó

    24/02: Feminino, 62, Chapecó

    23/02: Feminino, 60, Chapecó

    25/02: Masculino, 60, Chapecó

    24/02: Masculino, 53, Chapecó

    24/02: Feminino, 47, Chapecó

    22/02: Masculino, 29, Chapecó

    24/02: Feminino, 59, Dionísio Cerqueira

    24/02: Masculino, 57, Dionísio Cerqueira

    24/02: Masculino, 71, Guatambú

    24/02: Masculino, 63, Marema

    24/02: Masculino, 56, Marema

    25/02: Masculino, 26, Ouro

    24/02: Masculino, 59, Paial

    24/02: Masculino, 86, Palmitos

    23/02: Masculino, 70, Peritiba

    14/02: Feminino, 92, Quilombo

    24/02: Masculino, 64, Riqueza

    Serra

    23/02: Masculino, 90, Curitibanos

    Sul

    24/02: Masculino, 66, Capivari de Baixo

    24/02: Masculino, 47, Tubarão

    24/02: Feminino, 84, Urussanga

    Vale do Itajaí

    24/02: Feminino, 53, Botuverá

    24/02: Masculino, 82, Brusque

    24/02: Feminino, 73, Indaial

    24/02: Feminino, 71, Itapema

    23/02: Masculino, 84, Pomerode

    24/02: Feminino, 72, Pomerode

    19/02: Feminino, 77, Rio do Sul

    Os dados completos por cidade estão disponíveis no Painel do Coronavírus.

    Colunistas