nsc
    dc

    Falta de chuva

    Estiagem: dois rios de Chapecó passam por obras para aumentar captação

    O Rio Tigre e Lageado São José são os principais pontos de abastecimento da cidade

    19/11/2020 - 13h25 - Atualizada em: 19/11/2020 - 19h50

    Compartilhe

    Fernanda
    Por Fernanda Mueller
    A barragem do Lageado São José se encontra em estado crítico por conta da estiagem
    A barragem do Lageado São José se encontra em estado crítico por conta da estiagem
    (Foto: )

    Os dois principais rios de Chapecó, Tigre e Lageado São José, terão aumento na captação da água que abastece o município para reduzir os efeitos da estiagem. A região é umas das mais afetadas pela seca prolongada em Santa Catarina.

    > Estiagem em Santa Catarina se iguala a pior da história

    A instalação de bombas vai permitir que o Rio Tigre, que hoje capta 230 litros por segundo, chegue a 300 l/s. Até o final de 2021, a previsão é de 400 litros por segundo. A barragem do Lageado São José também vai receber mais investimentos nos próximos dias. Algumas bombas já foram instaladas no local, e esta semana foi possível perceber os efeitos da atuação das máquinas, abrindo um grande lago de reservação. 

    Até outubro, o Lageado São José era o principal ponto de captação da cidade, mas foi muito atingido pela estiagem e se encontra em estado crítico. Os técnicos afirmam que o déficit de água na cidade, que já foi de 20%, hoje é de aproximadamente 6%, por conta das obras que já começaram a ser feitas.

    O engenheiro Daniel Scharf, Superintendente Regional do Oeste, destaca que ainda há a necessidade de manter o rodízio entre bairros:

    – A pouca chuva que estava anunciada para domingo, segunda e terça não veio novamente, fazendo com que tenhamos ações de segurança – afirma.

    Lageado São José, Chapecó
    Lageado São José, Chapecó
    (Foto: )

    As ações emergenciais fazem partem de um Plano de Ação da Casan para reduzir os efeitos da estiagem em Chapecó, com investimento de R$ 21,2 milhões. Além das obras no Rio Tigre e Lageado São José, a empresa está reativando um poço no Bairro São Pedro e vai perfurar mais três nos bairros Boa Vista, Esplanada e na EFAPI, áreas da cidade que receberão três reservatórios.

    Estiagem prolongada em SC

    O período de seca iniciou em meados do ano passado e já se iguala a estiagem mais severa da história, registrada em 1957, segundo a Epagri. Nas regiões do Extremo Oeste, Oeste e Meio Oeste, o déficit hídrico no ano alcança 711mm, 801,9mm e 895,9mm, respectivamente. A situação se agrava por conta do fenômeno climático La Niña que deve continuar em Santa Catarina até o verão de 2021.

    Leia também

    > Trabalhadores com jornada reduzida receberão o valor integral do 13º salário

    > Veja o que pode e o que não pode em cada região de SC conforme o mapa de risco de coronavírus

    > SC tem o quinto maior número de infectados por coronavírus no Brasil e vive pico de casos ativos

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas