nsc
    dc

    Avaliação nacional

    Estudantes de SC têm maior nota do país em matemática nos anos finais do fundamental

    Alunos catarinenses tiveram melhor resultado obtido pelo Estado em 14 anos de provas do Saeb, um dos indicadores que compõem a nota do Ideb 2019

    21/09/2020 - 16h03 - Atualizada em: 21/09/2020 - 16h04

    Compartilhe

    Cristian Edel
    Por Cristian Edel Weiss
    Resultados do ensino fundamental em matemática foram os melhores obtidos pelo Estado desde 2005, quando o Saeb começou
    Resultados do ensino fundamental em matemática foram os melhores obtidos pelo Estado desde 2005, quando o Saeb começou
    (Foto: )

    Estudantes de Santa Catarina do ensino fundamental, avaliados pelas provas do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em 2019, tiveram a melhor nota já obtida pelo Estado em matemática desde 2005, quando os testes iniciaram. O bom desempenho foi observado tanto na média geral, que reúne notas das redes pública e privada, quanto na média das escolas públicas. 

    Já no ensino médio, que apresenta recuperação depois de tropeços em 2013 e 2015, a nota obtida em matemática foi a segunda melhor da série histórica. Nos anos finais do ensino fundamental (6º a 9º ano), Santa Catarina obteve a maior nota do país na prova de cálculos, tanto no geral quanto entre as públicas.

    Leia também sobre o Ideb 2019:

    > Veja o resultado do Ideb por município

    > Veja a nota do Ideb 2019 por escola

    Já em relação às questões de língua portuguesa, houve pequena regressão na maioria dos casos em relação às notas obtidas em 2017 no Saeb. As notas do Saeb são um dos componentes do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb 2019), divulgado na última semana pelo Ministério da Educação.

    A prova do Saeb testa os conhecimentos dos estudantes do 5º e do 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio em cálculos e gramática e é realizada a cada dois anos.

    Os Estados que tiveram as melhores notas do Saeb 2019 foram São Paulo (anos iniciais do fundamental), Santa Catarina (anos finais do fundamental) e Espírito Santo (ensino médio), considerando o total das redes públicas e privadas. Ao analisar apenas públicas, lideram Paraná (anos iniciais), Santa Catarina (anos finais) e Espírito Santo (ensino médio)

    Queda nos anos iniciais, melhor nota do país nos anos finais e recuperação no ensino médio

    Na média geral, que considera escolas públicas e privadas, dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental (1º a 5º ano), Santa Catarina atingiu a quarta melhor nota do país nas provas do Saeb, mas caiu uma posição em relação a 2017, quando estava em terceiro lugar. Entre as escolas públicas de anos iniciais, Santa Catarina também teve a 3ª melhor nota no país, mas com desempenho igualmente inferior a 2017.

    nos anos finais, Santa Catarina teve a melhor nota do país tanto em matemática quanto em língua portuguesa nas redes pública e privada. Ainda assim, em gramática, o desempenho ficou um pouco abaixo da avaliação de 2017. Entre as escolas públicas, a performance foi idêntica à média geral: primeiro do país. Mas foi puxado pelo resultado das escolas municipais, porque a rede estadual foi a quarta do Brasil nos anos finais do fundamental.

    No ensino médio, Santa Catarina obteve o sexto lugar no país na prova do Saeb, tanto no geral, quando na rede estadual. As notas obtidas em matemática foram a 5ª melhor do país entre as redes estaduais. Também aumentou a nota em língua portuguesa em relação a 2017. Nessa etapa do ensino, no entanto, o Estado não obteve a melhor nota da série histórica, que ocorreu em 2011, quando o Estado também foi o primeiro do país no Ideb do ensino médio. Mas o índice alcançado na prova de 2019 já é o segundo melhor desde 2005.

    Apesar de avanços na aprendizagem, taxa de aprovação foi menor em SC

    Além da nota do Saeb, outro componente importante para gerar a nota do Ideb é a taxa de rendimento, que calcula o percentual de alunos aprovados, reprovados e abandonos. Apesar de ter melhorado a nota em aprendizagem, SC teve queda na taxa de aprovação em todas as etapas da rede pública, em relação ao que apresentava em 2017.

    Na prática, menos alunos chegaram ao fim de 2019 aprovados, porque foram reprovados ou abandonaram os estudos antes do encerramento do ano letivo. Um exemplo direto dessa relação se deu no resultado final do Ideb 2019. Apesar de Santa Catarina ter obtido as melhores notas no Saeb dos anos finais do ensino fundamental, o Ideb nessa etapa regrediu em relação a 2019 devido à queda na taxa de aprovação das turmas.

    Em entrevista para o NSC Total, o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, disse que já estão previstas novas ações para melhorar a taxa de aprovação dos estudantes da rede estadual, como uma proposta de recuperação no final dos anos letivos.

    – Se a gente olhar o desempenho dos alunos nas disciplinas, a gente melhorou (no Ideb e no Saeb). Só que quando se vê o desempenho na aprovação é que puxa o indicador (nota do Ideb) para baixo. Aí requer nossa atenção. Precisamos melhorar a taxa de aprovação. Não por aprovar, mas sim com qualidade. Se oportunizarmos a recuperação para estudantes que precisarem, quem sabe eles consigam demonstrar que assimilaram o conteúdo, e a gente melhora a taxa de aprovação e consegue melhores resultados – destaca o secretário.

    Leia também sobre o Ideb:

    > Veja o resultado do Ideb por município

    > Veja a nota do Ideb 2019 por escola

    > Ideb 2019: SC melhora nota no ensino médio, mas recua no ensino fundamental

    > Ideb 2019: ‘Precisamos concentrar mais esforços nos anos finais’, avalia secretário

    > SC tem quatro cidades entre as 15 com melhores resultados do país

    > As melhores escolas de Blumenau, segundo o Ideb

    > Escolas municipais de Blumenau pioram no Ideb pela primeira vez

    > Escola de Joinville tem nota mais alta do Estado no Ideb

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Educação

    Colunistas