nsc
santa

Caso Lucimara

Ex-advogado é condenado a 18 anos de prisão por assassinato da namorada em Balneário Camboriú

Ele teria golpeado a mulher com 16 facadas e a asfixiado no apartamento onde moravam; negociação de rendição do homem parou a cidade à época

26/05/2022 - 11h30

Compartilhe

Por Giulia Machado
Lucimara Stasiak tinha 30 anos quando foi morta
Lucimara Stasiak tinha 30 anos quando foi morta
(Foto: )

Paulo de Carvalho Souza foi condenado a mais de 18 anos de prisão em Balneário Camboriú pela morte da advogada Lucimara Stasiak. Ele teria golpeado a namorada com 16 facadas e a asfixiado no apartamento em que moravam no Centro. 

O crime foi julgado como feminicídio.

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

O assassinato aconteceu em março de 2019. Lucimara foi morta no início da tarde do dia 28. Paulo manteve o corpo da namorada no quarto do casal e usou produtos químicos e gelo para mascarar o cheiro do cadáver, segundo o Ministério Público do Estado.

No dia do assassinato, os vizinhos ouviram gritos e, diante do comportamento suspeito do homem nos dias seguintes, chamaram a Polícia Militar. Inicialmente ele mentiu e afirmou aos policiais que a companheira havia ido visitar a avó em Blumenau, mas acabou confessando o crime. Ele se rendeu após 24 horas de negociações.

De acordo com testemunhas ouvidas durante o processo, o homem exercia controle sobre a vida de Lucimara em relação a roupas, amizades, locais que podia frequentar e mantinha um sentimento de posse sobre a companheira.

Os jurados consideraram Paulo culpado por homicídio quadruplamente qualificado, praticado contra a mulher por razões da condição do sexo feminino, no contexto da violência doméstica, por motivo torpe e por ter sido executado por meio cruel e de maneira que impossibilitou a defesa da vítima. 

A pena é de 18 anos e oito meses de prisão em regime fechado.

Veja o relato de uma vítima de violência doméstica

* Sob supervisão de Augusto Ittner

Leia também

Jesse já tinha sofrido acidente ao lado de Shurastey na Costa Rica e relatou "medo"

Morador de rua é assassinado a facadas em Navegantes após suposta invasão e briga

Resgate em Blumenau revela caso de prostituição de adolescentes, cárcere e tráfico

Fotos mostram como ficou Fusca de Jesse e cão Shurastey após acidente nos EUA

Colunistas