nsc
hora_de_sc

Coronavírus

Falta de doses atrasa vacinação de adolescentes em sete cidades da Grande Florianópolis

Apenas dois municípios da região vão imunizar público de 12 a 17 anos a partir desta quarta-feira (1º)

01/09/2021 - 08h55 - Atualizada em: 01/09/2021 - 10h27

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Juliana
Por Juliana Gomes
Somente Anitápolis e Nova Trento dão início a vacinação de adolescentes nesta quarta-feira (1º)
Somente Anitápolis e Nova Trento dão início a vacinação de adolescentes nesta quarta-feira (1º)
(Foto: )

A vacinação de adolescentes contra Covid-19 não tem data para começar em pelo menos sete municípios da Grande Florianópolis. O principal motivo, segundo as prefeituras, é a falta de doses. Apenas Anitápolis e Nova Trento dão início a imunização deste público nesta quarta-feira (1º), data anunciada pelo governo de SC para o começo da campanha nos mais jovens.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

> Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

A imunização de adolescentes de 12 e 17 anos foi anunciada pelo governo estadual em 24 de agosto. O objetivo é ampliar o público imunizado, após a conclusão do cronograma de vacinação de pessoas com 18 anos ou mais. O calendário para os adultos seria finalizado na terça-feira (31), conforme planejamento do Estado. O que não aconteceu.

Segundo orientação da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC), os municípios catarinenses deverão destinar 10% das doses recebidas para vacinar os adolescentes com comorbidades, deficiência permanente grave, gestantes, puérperas e lactantes; e os outros 90% para a aplicação nos demais adolescentes, por faixa etária, sempre de forma decrescente, da maior idade para a menor, conforme o envio das doses pelo Ministério da Saúde.

A Dive reconheceu que não foi possível vacinar 100% da população adulta e que na terça-feira, 85% desse público tinha recebido a primeira dose. A diretoria informou também que o número de doses recebidas foi menor do que o esperado. Mesmo assim, o Estado manteve a previsão de vacinar adolescentes assim que novas doses da vacina chegarem. 

> Pode beber depois de tomar a vacina da Covid-19?

As prefeituras dos quatro maiores municípios da região — Florianópolis, Palhoça, São José e Biguaçu — ainda não têm data para aplicar a vacina nos adolescentes. Na Capital, nesta quarta, é feita apenas a aplicação da segunda dose. O mesmo acontece com São José.

Palhoça informou que só deve divulgar o calendário quando receber mais doses. Segundo a prefeitura, não foi possível completar a vacinação dos maiores de 18 anos. Mais de 10 mil pessoas ainda precisam ser vacinadas. Nesta quarta, o município aplica apenas a segunda dose.

Em Biguaçu, a prefeitura orientou que pais e responsáveis por adolescentes que possuam comorbidades ou que pertençam aos grupos de gestantes, lactantes e puérperas agilizem a documentação comprobatória da condição de saúde.

O município aguarda notas técnicas com informações dos quantitativos que vai receber para dar início ao planejamento e logística da nova etapa de vacinação.

Duas cidades começam a vacinação

Segundo o secretário de saúde de Anitápolis, Anderson Volpato, o município trabalha com esquema de agendamento e os agentes de saúde já entraram em contato com o público que deve ser imunizado. O município de 3 mil habitantes conseguiu vacinar todos os adultos na segunda quinzena de agosto.

> Efeitos colaterais da Pfizer; veja os sintomas mais relatados

Já Nova Trento vai imunizar nesta quarta adolescentes na faixa etária dos 15 aos 17 anos. A prefeitura orienta que os pais ou reponsáveis acompanhem os menores até o local de vacinação. 

Leia também 

Anticorpos da Covid: quanto tempo dura e o que já se sabe sobre

Florianópolis vai cobrar "passaporte de vacinação" para acesso a bares, hotéis e eventos

Infográfico mostra como o coronavírus age no corpo humano

Colunistas