nsc
santa

Surpresa

“Quando descobrimos, ficamos em choque", conta mãe de trigêmeos idênticos que nasceram em Blumenau

Thomas, Gael e Davi estavam ligados a mesma placenta, caso raro que acontece em 1 em cada 50 milhões de partos

11/11/2020 - 10h47 - Atualizada em: 29/01/2021 - 15h10

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
Itamar, Taiza, Thomas, Gael e Davi, no hospital
Itamar, Taiza, Thomas, Gael e Davi, no hospital
(Foto: )

O nascimento de um bebê costuma ser o momento mais especial e único na vida dos pais. Agora, triplique este momento e imagine acontecer três de uma só vez. Parece assustador, não é? Mas foi o que aconteceu com Taiza Priscila Kruger, de 29 anos, no dia 29 de outubro. Ela deu à luz trigêmeos idênticos, que estavam ligados a mesma placenta, em Blumenau.

O caso é raro e acontece em 1 em cada 50 milhões de nascimentos e impressiona a todos, inclusive a família. Taiza conversou com o Santa e contou como foi este momento tão especial na vida da família. 

— Quando descobrimos, ficamos em choque, sem reação, mas muito felizes.

A mãe dos trigêmeos conta que no dia da ultrassom, a médica perguntou se haviam casos de gêmeos na família e Taiza respondeu que sim. Foi neste momento que ela se surpreendeu pela primeira vez, sabendo que seriam dois bebês, gêmeos. Mas não parou por aí. Mexendo mais um pouco com o aparelho de ultrassom a médica deu a notícia de que haviam três bebês e que, na verdade, não seriam apenas gêmeos, mas sim, trigêmeos.

> Receba todas as notícias da região, com exclusividade, por WhatsApp

— Fiquei sem palavras, não acreditava no momento, sabe? O meu marido estava junto, ele também ficou parado, sem conseguir falar uma palavra.

Depois do susto na hora da ultrassonografia foi o momento de ir para casa. E como imaginar que existem três vidas crescendo juntas dentro da barriga? Como vai ser daqui pra frente? Foi o que Taiza e Itamar Antunes, o pai das crianças, pensaram durante o trajeto.

> Em caso raro, mulher dá à luz trigêmeos idênticos em Blumenau

"Três, como assim três?"

Ao contarem para a família, ninguém conseguia acreditar — assim como eles — que três bebês iriam nascer juntos. A mãe de Taiza chegou a perguntar várias vezes: “Três, como assim três?”, sem acreditar que se tornaria avó de trigêmeos.

A gestação foi tranquila. Segundo a mãe dos bebês, se fosse uma gravidez comum, o parto seria no dia 31 de dezembro, mas como eram três, os médicos adiantaram o parto para o dia 29 de outubro, já que ela estava internada desde o dia 21 do mesmo mês.

> Matrículas para escolas e creches municipais de Blumenau começam na segunda-feira

— Foi uma surpresa também [que o parto ocorreria naquele dia], eu não sabia. Soube na hora. Ver o rostinho deles foi uma emoção muito grande. Nunca senti nada parecido na vida.

Parto dos trigêmeos
Parto dos trigêmeos
(Foto: )

Taiza e Itamar moram em Rodeio, no bairro Rodeio 32, no Médio Vale do Itajaí, e a gravidez impressionou também a comunidade da cidade e mobilizou pessoas que estão ajudando para que não falte nada para as crianças. Eles estão recebendo doação de roupas e leite desde que a população soube do caso.

> Empresa vai construir nova praça no pátio da antiga Sulfabril em Blumenau

Quando soube que era um caso raro, a mãe dos trigêmeos disse que se sentiu privilegiada e que agora será "só alegria".

— Espero que daqui pra frente nós tenhamos bastante saúde e que a gente possa viver muitos momentos. Que eu possa estar presente sempre.

Os trigêmeos estavam na mesma placenta, o caso é raro
Os trigêmeos estavam na mesma placenta, o caso é raro
(Foto: )

Colunistas