nsc
hora_de_sc

Coronavírus

Florianópolis começa vacinação de idosos de 85 a 89 anos

Além do grupo, idosos de 85 a 89 anos começam a ser imunizados nesta sexta-feira (26)

26/02/2021 - 06h47

Compartilhe

Redação
Por Redação Hora
Florianópolis recebeu 7.175 doses da vacina CoronaVac
Florianópolis recebeu 7.175 doses da vacina CoronaVac
(Foto: )

Após receber 7.175 doses da vacina CoronaVac, Florianópolis inicia nesta sexta-feira (26) a vacinação dos idosos de 85 a 89 anos e retoma a imunização de parte dos profissionais da saúde (veja abaixo os horários e endereços).

O município suspendeu na última sexta-feira (19) a vacinação dos profissionais de saúde por falta de doses. Desde então, a campanha de vacinação se focou na aplicação da primeira dose em idosos com 90 anos ou mais. Também foram imunizadas pessoas que já receberam a primeira dose da vacina e estão no tempo para a segunda aplicação.

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Com a remessa enviada pelo Ministério da Saúde na quinta-feira (25), pessoas com idade de 85 a 89 anos receberão a primeira dose a partir desta sexta por drive-thru. Os idosos devem levar um documento com foto. Aqueles que são acamados serão vacinados em casa.

Dúvidas sobre se o cadastro está atualizado no Sistema Único de Saúde Municipal deve entrar em contato com o Alô Saúde Floripa pelo telefone 0800-333-3233.

> São José começa a vacinar idosos de 80 a 84 anos

Confira abaixo os horários e endereços do drive-thru:

Sexta, 26 de fevereiro - drive-thru das 9h às 16h

  • Posto da Polícia Militar Rodoviária na SC 401 - Norte da Ilha;
  • Parque de Coqueiros ao lado do Centro de Saúde Coqueiros, na Avenida Max de Souza, sem número.

Sábado, 27 de fevereiro - drive-thru das 9h às 16h

  • Posto da Polícia Militar Rodoviária na SC 401 - Norte da Ilha;
  • Parque de Coqueiros ao lado do Centro de Saúde Coqueiros, na Avenida Max de Souza, sem número;
  • Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC);
  • Centro de Saúde do Alto Ribeirão, na Rua Inga Mirim, sem número.

Na próxima semana, novas estratégias serão divulgadas para a vacinação de idosos que não puderem ir ao drive-thru.

> Itajaí fecha praias e suspende aulas a partir desta sexta-feira

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Florianópolis tem 3.291 idosos entre 85 e 89 anos. Os dados são usados para a projeção de cobertura de imunização, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

Profissionais da saúde

A retomada da vacinação em profissionais de saúde visa um grupo de cerca de 600 trabalhadores da Vigilância em Saúde. A secretaria não detalhou quando o restante dos profissionais da saúde serão imunizados.

Para esses trabalhadores, a vacinação ocorrerá nesta sexta e sábado no Centro de Vacinação do Centro, na Rua Dom Joaquim, 757, das 8h30 às 16h30.

> “Colapso” é pouco para descrever o perigo que SC aceitou encarar na pandemia de Covid-19

Os trabalhadores devem levar documento com foto, além da declaração de vínculo empregatício com o número do SCNES, nome e endereço da Instituição, timbre e assinatura do responsável técnico ou legal da Instituição.

Dos 23.037 profissionais de saúde incluídos no grupo para a vacinação em Florianópolis, 12.323 receberam a primeira dose da vacina até esta quinta e 3.646, a segunda. O índice desse público que tomou ao menos uma dose é de 53,49%, segundo dados disponíveis pela prefeitura.

> Médica de Blumenau deixa filha recém-nascida em casa para voltar à emergência: "colegas estão exaustos"

Além dos profissionais de saúde, idosos com 60 anos ou mais que moram em instituições de longa permanência, maiores de 18 anos com deficiência que morem em instituições de longa permanência, além das pessoas que trabalham nesses locais e idosos com 90 anos ou mais já receberam a vacina.

Florianópolis vive aumento dos casos

Florianópolis e os demais municípios da região enfrentam um aumento dos casos de Covid-19. Além do aumento de infectados, cresce também a procura por atendimento hospitalar. Muitos hospitais estão perto do colapso.

> Mapa da ocupação dos leitos Covid mostra o colapso se espalhando por Santa Catarina

A situação extrema não é exclusiva da Grande Florianópolis. O secretário de Estado da Saúde de Santa Catarina, André Motta, já admitiu a situação delicada em toda Santa Catarina e pediu mais medidas para frear o vírus.

Desde o início da pandemia foram 657.649 casos confirmados de Covid-19, com 7.165 mortes. Os números foram divulgados em boletim pelo governo do estado nesta quinta-feira. A quantidade de pessoas internadas no sistema de saúde público e privado do estado é a maior desde o início da pandemia: 886.

*Com informações do G1 SC

Leia mais:

Prefeito de Xanxerê chora e apela por ajuda: "estamos dando um grito de socorro"

SC tem 301 mortes por Covid-19 fora de UTIs e enfermarias

Falta de UTI faz médico de Florianópolis escolher entre pacientes para internação

Colunistas