nsc
hora_de_sc

Violência contra mulher

Florianópolis tem aulas de defesa pessoal e serviços de beleza para mulheres no Agosto Lilás

Programação inclui esmaltação de unhas, escova e design de sobrancelhas gratuitos

04/08/2022 - 10h32 - Atualizada em: 04/08/2022 - 11h58

Compartilhe

Por Isabela Martins
GMF promoverá aulas gratuitas de defesa pessoa para mulheres no sábado
GMF promoverá aulas gratuitas de defesa pessoa para mulheres no sábado
(Foto: )

A prefeitura de Florianópolis vai oferecer serviços gratuitos para mulheres nos próximos dias como programação da campanha Agosto Lilás. As atividades incluem ações de autocuidado e aulas de defesa pessoal. O Agosto Lilás tem o objetivo de combater a violência contra as mulheres e conscientizar sobre a Lei Maria da Penha. 

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Nesta sexta-feira (5), das 10h às 17h, no Largo da Alfândega, mulheres poderão usufruir de serviços do salão de beleza Embelleze, como esmaltação de unhas, corte e escova de cabelo, design de sobrancelha, entre outros. Para participar não é necessário inscrição, basta estar no local entre 10h e 17h.

SC tem 15 novos processos de violência doméstica por dia

A Secretaria Municipal de Segurança Pública promoverá aulas gratuitas de defesa pessoa com agentes da Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) em todos os sábados do mês. Neste primeiro fim de semana (6), a oficina é destinada a servidores da prefeitura e acontecerá das 9h às 12h, na sede da GMF, em Coqueiros. A programação dos próximos sábados será aberta ao público e mais detalhes serão divulgados ao longo da semana. Para participar, é necessário realizar inscrição, que pode ser feita previamente pelo site ou no próprio local, no horário do evento.

A oficina de defesa pessoal tem o objetivo de preparar técnica e emocionalmente as mulheres para situações de violência doméstica e também de assédio ou importunação, por exemplo, em transportes públicos, baladas e locais públicos privados. Segundo a GMF, a aula buscará também despertar confiança e segurança nas mulheres, para que estejam preparadas para enfrentar essas situações.

Ao todo, o Alfândega Lilás reúne 16 organizações que vão auxiliar as mulheres sobre seus direitos, como e onde denunciar uma agressão, os deveres de suporte do município, além de promover palestas e conversas sobre violência contra mulher e os direitos das mulheres. 

A programação chega ao fim em 24 de agosto, com a palestra da advogada Suani Cordova Mota, especialista em Direito, sobre prevenção e combate à violência contra mulheres e seus filhos, promovida pelo Projeto Cuidando Delas.

No Largo da Alfândega e na sede da GMF, a Fundação Somar terá ponto de coleta para a arrecadação de itens de higiene e beleza, como sabonete, absorvente, escova de dentes e maquiagens, que serão entregues aos serviços de atendimento às mulheres vítimas de violência, como a Casa de Passagem das Mulheres Vítimas de Violência e Passarela da Cidadania.

Vítimas de violência doméstica em SC podem pedir medida protetiva pela internet

Agosto Lilás

No mês de agosto se comemora o aniversário da Lei Maria da Penha. No período, ações de conscientização de mulheres sobre relacionamentos abusivos são intensificadas. A legislação foi sancionada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. São 46 artigos que criam mecanismos para prevenir e coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher conforme a Constituição Federal.

Veja a íntegra da Lei Maria da Penha

Leia mais

Maioria das vítimas de feminicídio em SC não denunciou violência doméstica

Marido agressor é preso após bater na esposa e socar policial em Rio do Sul

Medo da violência faz mulheres de Florianópolis procurarem curso de defesa pessoal

Colunistas