nsc

publicidade

Homenagem

"Foi guerreiro até o final da doença", diz filho de Marco Tebaldi durante velório

Político de 61 anos morreu no domingo (13) devido a complicações de um câncer no pâncreas e lutava contra a doença havia dois anos

14/10/2019 - 13h10 - Atualizada em: 14/10/2019 - 16h07

Compartilhe

Luan
Por Luan Martendal
Marco Antônio Tebaldi Filho recorda lições deixadas pelo pai
Marco Antônio Tebaldi Filho recorda lições deixadas pelo pai
(Foto: )

No último adeus a Marco Tebaldi nesta segunda-feira (14), familiares, amigos, representantes do Executivo e do Legislativo e cidadãos de Joinville prestam homenagens e ajudam a quebrar o silêncio no Centreventos Cau Hansen compartilhando as histórias de vida e as contribuições do ex-prefeito à cidade. Morto neste domingo (13) em decorrência de complicações de um câncer no pâncreas, Tebaldi deixa exemplos construídos ao longo de 61 anos, mais da metade dedicados ao serviço público.

O saudosismo, em especial, vem das lembranças do filho Marco Antônio Tebaldi Filho, que aponta trabalho e força as grandes lições de seu pai dentro de casa. A primeira, por ter ensinado a ele que é através do trabalho que se cria a dignidade de um homem. A força, segundo o filho, por ter demonstrado e ressaltado a crença de sempre acreditar e não perder as esperanças diante de situações difíceis, como a que ele enfrentava há cerca de dois anos.

— Até o último momento ele estava acreditando e tinha fé, esperança. Ele não desistiu (de lutar) e foi guerreiro até o final da doença. Outra coisa que ele deixou muito forte é acreditar que “tudo o que acontece na nossa vida, acontece para melhor”, ou seja, hoje pode acontecer algo que não gostaríamos, mas que com o tempo traz ensinamento e uma oportunidade de valor que fará diferença mais a frente — lembra o filho.

Das qualidades, Marco Antônio aponta honestidade e respeito como marcas de Tebaldi.

— Uma vez, ele sentou-se à mesa e reforçou três coisas: verdade, respeito e honestidade. Acho que essa firmeza de caráter, de ser correto, de assumir a verdade e ir atrás dela era uma das maiores virtudes dele.

Em vida pública, das grandes obras que Marco Tebaldi ajudou a construir, uma era seu orgulho, conforme o filho do ex-prefeito. Trata-se do projeto no mangue de Joinville, que o tornou conhecido e o impulsionou para a carreira política.

— Ele deu casa para mais de 10 mil pessoas. Não foram uma, duas, três, mas tirar as pessoas das palafitas. E, se hoje em dia a gente poderia dizer que Joinville não tem favelas, é justamente por causa desse projeto que ele teve e que até foi condecorado no Eco-92. Essa foi a origem do trabalho dele como servidor e é o maior orgulho dele — acredita o filho.

Homenagens

Homenagens à Marco Tebaldi
Homenagens à Marco Tebaldi
(Foto: )

Em meio a orações, despedidas e abraços na família de Tebaldi, muitos aproveitaram o momento de luto para prestar homenagens. Em respeito à ocasião, o prefeito de Joinville Udo Döhler esteve no Centreventos e, diante do caixão, estendeu a bandeira do município. Mais tarde, também como demonstração de carinho, dirigentes e ex-atletas do Joinville Esporte Clube colocaram uma bandeira do JEC sobre o caixão.

De acordo com o amigo e ex-companheiro de trabalho de Marco Tebaldi no clube, o superintendente do JEC, Osni Fontan, destacou que Marco foi um grande torcedor e também um incentivador da Arena Joinville, pois ele, junto de Luiz Henrique da Silveira, ajudou a construir o estádio. Além disso, Tebaldi foi presidente do conselho deliberativo do clube e mantinha contato com os veteranos da equipe.

— Para nós, era uma grande satisfação tê-lo como amigo. Infelizmente, o câncer é uma doença terrível, a gente lamenta muito, é uma perda importante para a política e também para o esporte de Joinville. Por isso, conversamos no JEC e decidimos fazer essa homenagem, porque realmente ele é merecedor — justificou.

Sepultamento

O ex-prefeito de Joinville Marco Tebaldi será sepultado em Joinville na tarde desta segunda-feira. O velório ocorre no Centreventos Cau Hansen (Avenida José vieira, 315, América). O sepultamento será no Cemitério Municipal às 17h.

Leia Mais:

​Prefeitura decreta luto oficial de cinco dias

Marco Tebaldi era protagonista de um ciclo político que se encerra

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade