nsc
santa

Preocupação

Força da água no Ribeirão Garcia surpreende moradores de Blumenau após chuva intensa; vídeo

Cidades como Brusque e Guabiruba também enfrentam problemas em virtude das chuvas

12/10/2021 - 14h33 - Atualizada em: 12/10/2021 - 17h51

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Região da Nova Rússia registrou o maior volume de chuva em Blumenau nas últimas horas
Região da Nova Rússia registrou o maior volume de chuva em Blumenau nas últimas horas
(Foto: )

Um vídeo ganhou repercussão na internet no começo da tarde desta terça-feira (12) ao mostrar a força da água no Ribeirão Garcia, na Nova Rússia, em Blumenau. A gravação do morador de Blumenau, Jan Rosa, mostra a água passando sobre uma das pontes da região e, segundo o morador, afetando uma das cabeceiras. A Defesa Civil encaminhou equipe ao local para averiguar. 

> Até quando vai chover em SC e por que esse frio em pleno outubro?

A Nova Rússia foi a localidade com o maior volume de chuva na cidade nas últimas horas. Segundo a prefeitura, foram 53,8 milímetros. O número é bem semelhante ao registrado no Jordão, também região Sul de Blumenau, onde já chegou a 51,2 milímetros. Na média geral, o munícipio contabiliza 16,2 milímetros de chuva de segunda para terça-feira.

Cada milímetro, vale lembrar, corresponde a um litro de água por metro quadrado.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

> Motorista que matou jovem esmagada em Itajaí diz que acidente "foi sem querer"

Na manhã desta terça-feira (12) a Defesa Civil de Blumenau também precisou ser acionada para verificar um deslizamento de terra no bairro Boa Vista​. O barranco cedeu nos fundos de uma casa na Rua Frederico Deeke e lonas foram colocadas para conter o material. Por volta das 15h, a Rua Macapá, uma transversal da Rua Emílio Tallmann, estava com uma lâmina de água, mas ainda não tinha atingido as casas.

Chuva em outras áreas do Médio Vale

Os 56 milímetros de chuva que caíram em Guabiruba segundo a Epagri/Ciram também provocaram alagamentos. De acordo com a prefeitura, os bairros Planície Alta, Lageado Alto e Lageado Baixo são os mais afetados. Embora o munícipio não saiba o número de famílias atingidas, fotos e vídeos mostram água dentro de casas, ruas intransitáveis e quedas de barreira.

No bairro Lageado Alto, três deslizamentos de terra sobre a estrada comprometem a circulação no local e equipes da prefeitura trabalham na desobstrução. Uma queda de barreira atingiu um poste e comprometeu o abastecimento de energia elétrica na região. Na Rua Carlos Zabel, no Lageado Baixo, carros ficaram presos no meio da enxurrada, como mostra o vídeo abaixo.

Em Brusque o Itajaí-Mirim transbordou no início da tarde, atingindo a margem direita do rio. A prefeitura sinalizou o local. Por volta das 14h45min, a Defesa Civil atendia 11 ocorrências, sendo três deslizamentos, uma queda de muro e seis alagamentos. A passarela que a prefeitura construí provisoriamente para ligar os bairros Guarani e Rio Branco precisou ser interditada em virtude de uma erosão na cabeceira.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Brusque, Edevilson Cugik, o Itajaí-Mirim alcançou 5,50 metros na tarde desta terça-feira e começa a atingir as casas a partir dos 7,50 metros. Ele acredita que isso não deve ocorrer. A tendência é que o rio permaneça fora da calha pelas próximas horas e comece a baixar.

Veja fotos

Leia também

Chuva em Santo Amaro da Imperatriz faz rio transbordar e deixa população em alerta

Chuva intensa em Palhoça provoca deslizamento e causa alagamentos na cidade

Drone é atacado por crocodilo em filmagem de documentário

Epagri coloca em leilão quase R$ 550 mil em carros, tratores e produtos de informática

Colunistas