nsc
dc

Prevenção

Frio em SC: como evitar acidentes com asfixia, intoxicação e queimaduras causadas por aquecedores

Lareiras, fogões a lenha, cobertores elétricos e estufas estão na lista de aquecedores que exigem cuidados

28/06/2021 - 18h01 - Atualizada em: 28/06/2021 - 19h12

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Este ano já foram registrados 16 acidentes com lareiras ou aquecedores
Este ano já foram registrados 16 acidentes com lareiras ou aquecedores
(Foto: )

Os aquecedores, assim como as roupas e os cobertores mais grossos, são indispensáveis nos dias de frio intenso como o desta segunda-feira (28), em Santa Catarina, que chegou a registrar neve. Os aparelhos elétricos ou a lenha, no entanto, devem ser usados com cautela, segundo o Corpo de Bombeiros Militar (CBM-SC), para evitar graves acidentes, como asfixia, intoxicação, incêndio ou queimaduras.

Saiba como receber notícias de Santa Catarina no WhatsApp

SC pode ter temperatura de -7 °C nesta semana; veja a mínima por região

Somente em 2021, 16 ocorrências com fogões a lenha ou lareiras foram geradas no Estado, enquanto que outros 33 acidentes ocorreram por aquecedores, como as estufas ou cobertores elétricos até o dia 28 de junho, segundo dados da Diretoria de Segurança Contra Incêndio de SC. 

Nos anos anteriores, de janeiro a dezembro houve 88 incidentes por meios elétricos em 2020 e 97 em 2019. Com fogão a lenha ou lareiras foram 37 e 39 acidentes em 2020 e 2019, respectivamente.

Como a previsão de frio se mantém ao longo da semana, com temperaturas que podem chegar a -7°C em SC, o Corpo de Bombeiros preparou algumas orientações para quem vai apelar por estufas, cobertores elétricos, lareiras ou fogões a lenha. Confira abaixo. 

Como evitar acidentes graves com aquecedores

Asfixia ou intoxicação

- A primeira orientação dos bombeiros para quem pretende usar algum aquecedor é manter o ambiente ventilado para que ocorra a renovação do ar. Se o ambiente estiver totalmente fechado, é possível ocorrer o ressecamento do ar e causar morte por asfixia, em razão do consumo de oxigênio no local, ou intoxicação com monóxido de carbono.

Frio em Santa Catarina: saiba quais são as cidades mais geladas

Queimaduras ou choques

- Ao tomar banho, desligue o aquecedor elétrico da tomada e não utilize recipientes com álcool e fogo para aquecer o ambiente. Segundo os bombeiros, esta prática é extremamente perigosa, tanto pelo risco de incêndio, quanto para queimaduras. 

Incêndios

- A instalação do equipamento deve ocorrer em local seguro, distante de cortinas, estofados, móveis ou materiais inflamáveis. Sobre o aquecedor nada deve ser colocado, já que, em caso de incêndio, os materiais ajudam a propagar as chamas mais rapidamente. 

- Aquecedores elétricos devem ser certificados pelo Inmetro.

Receita de chocolate quente e cremoso para espantar o frio

Lareiras e fogões a lenha

- Crianças e idosos devem ficar em uma distância segura de lareiras ou fogões a lenha, além dos aquecedores.

- As lareiras devem ter tela metálica, com malha entre 2 mm e 5 mm de espessura para evitar que as fagulhas sejam propagadas para fora do local de queima. 

- Durante o uso, o indicado é não colocar lenha em excesso.

- Nunca deixe o local sem se certificar que o fogo está extinto. 

- Lareiras ecológicas, aquelas que utilizem combustível líquido, exigem muito cuidado com as recomendações dos fabricantes: nunca a manuseie com o equipamento quente, pois pode causar explosão – já que o contato do líquido combustível com o calor gera uma nova chama;

- Antes de acender lareiras e fogões a lenha, verifique a instalação das chaminés, se estão em perfeitas condições e em locais seguros.

Você lembra? Vale do Itajaí já amanheceu coberto de neve

Cobertores elétricos

A utilização dos cobertores elétricos deve seguir uma série de precauções para evitar choques ou mesmo queimaduras:

- o cobertor não deve ser molhado, dobrado ou perfurado, para evitar danificar a fiação que fica na parte interna;

- jamais durma com o cobertor ligado. Utilize para aquecer a cama e depois desligue da tomada;

- não acrescente outros cobertores e demais elementos em cima, para evitar superaquecimento;

- fique atento se o produto possui o selo do Inmetro e, antes de utilizar, leia as instruções;

- monitore, com rigor, a utilização por crianças e idosos;

- não deixe o cobertor ligado na eletricidade.

Leia também

Lázaro é morto em troca de tiros com policiais na mata; veja vídeo

Vídeo: São Joaquim registra primeira neve de 2021 em SC

Floripa tem abrigo e hotel para moradores de rua durante o frio

Colunistas