nsc
dc

SERIAL KILLER DE GOIÁS

Lázaro é morto em troca de tiros com policiais na mata

O assassino em série do Centro-Oeste estava foragido há 20 dias

28/06/2021 - 09h27 - Atualizada em: 28/06/2021 - 11h17

Compartilhe

Por Giulia Machado
Mais de 400 policiais estiveram envolvidos nas buscas
Mais de 400 policiais estiveram envolvidos nas buscas
(Foto: )

O assassino em série Lázaro Barbosa, 32 anos, foi morto em uma troca de tiros com a polícia, na manhã desta segunda-feira (28). Ele resistiu à prisão após ser encontrado na mata, no município de Águas Lindas de Goiás, reagiu e acabou baleado por vários tiros durante o confronto. 

O serial killer estava sendo procurado há 20 dias por suspeita de assassinar brutalmente uma família no Distrito Federal, matar um caseiro, sequestrar outras três vítimas para um ritual e trocar tiros com a polícia.

> Acesse para receber notícias de Santa Catarina por WhatsApp

Veja o vídeo

Nas imagens, é possível ver policiais e moradores da região comemorando a captura de Lázaro. Ele foi levado até a ambulância e transferido a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

> Repórter do SBT é atacada por pitbull durante apuração do caso Lázaro

O fugitivo chegou a mobilizar mais de 400 policiais do Centro-Oeste do Brasil, e causava medo nos moradores da região. Durante os dias na mata, Lázaro trocou tiros com a polícia em pelo menos três ocasiões e fez uma família refém. Segundo as forças de segurança, a dificuldade em capturar o foragido era por ele ter grande conhecimento do local.

Um caçador com conhecimento da região chegou a integrar as forças de segurança na última segunda-feira (21), com o objetivo de ajudar nas buscas pelo fugitivo. O homem teria exigido dinheiro caso o serial killer fosse capturado com o auxílio dele.

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, havia informado através das redes sociais que Lázaro tinha sido preso.

"Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente! Goiás não é Disneylândia de bandido", escreveu Caiado em uma rede social.

> Mulher de Lázaro relata tortura e mãe do serial killer implora para que ele se entregue

Relembre

Descrito como um psicopata pelo secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, Lázaro usou um esconderijo no povoado de Edilândia, no município de Cocalzinho de Goiás, onde deixou uma carta escrita à mão, com caneta vermelha, onde dizia que "há outras forças agindo neste mundo além da vontade do mal".

A caçada por repercutiu por todo o país. Já preso em outras ocasiões, o serial killer foi descrito em laudo psicológico como "psicopata", com "comportamento impulsivo, agressivo, instabilidade e dependência emocional, preocupações sexuais e falta de controle e equilíbrio".

> Saiba quais animais Lázaro Barbosa já comeu na mata durante a fuga

A última residência do foragido fica na cidade de Cocalzinho de Goiás, que tem cerca de 18 mil habitantes. No local a polícia encontrou itens e desenhos que indicam rituais de magia negra.

Desde que cometeu o primeiro crime, aos 20 anos de idade, Lázaro chegou a ser preso três vezes, e fugiu em todas as ocasiões. Na lista de crimes se encontram assassinatos, estupros, sequestros, roubo e porte ilegal de arma de fogo.

Leia também

Lázaro criou perfil fake no Facebook para acompanhar notícias sobre si mesmo

São Joaquim registra primeira neve de 2021 em SC

Neve, sincelo e geada: os extremos do ar polar que está em SC

Autor de ataque a creche em SC pode pegar 100 anos de prisão e cumprir menos da metade, dizem especialistas

Colunistas