nsc
an

Desabastecimento

Gasolina pode acabar em Joinville até o fim do dia, prevê sindicato

Até o momento, 70 dos 101 postos existentes na cidade estão desabastecidos

09/09/2021 - 10h14 - Atualizada em: 09/09/2021 - 10h35

Compartilhe

Sabrina
Por Sabrina Quariniri
Mais de 60% dos postos da cidade já estão desabastecidos
Mais de 60% dos postos da cidade já estão desabastecidos
(Foto: )

Com bloqueios de caminhoneiros em rodovias do Norte catarinense, a gasolina pode acabar em Joinville até o final do dia. A previsão é do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina (Sindipetro). Até o momento, 70 dos 101 postos existentes na cidade já estão desabastecidos.

> Filas e falta de gasolina: a situação dos postos de combustíveis em SC

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

De acordo com Pamela Bento, gerente do Sindipetro, os caminhões estão sendo impedidos de sair da base de abastecimento em Guaramirim, uma das principais unidades para a distribuição de combustíveis dos municípios localizados na região Norte. Por isso, os estoques de gasolina podem zerar até a noite desta quinta-feira (9) em Joinville.

Além disso, o que pode ter agravado o problema foi a corrida dos motoristas para abastecerem seus veículos durante a noite de quarta-feira (8). Além de filas nos postos de gasolina, a cidade também teve lotação no terminal urbano e trânsito na região central.

Ainda nesta manhã, houve registro de longas filas em estabelecimentos de quase todos os bairros da cidade, especialmente na área central e em ruas como a Ottokar Doerffel e Iririú.

Para resolver a situação, o Sindipetro entrou com uma liminar na tarde de quarta-feira para tentar escolta policial e garantir acesso aos caminhões com combustível, mas até o momento, o pedido não foi analisado pela Justiça. 

Além de Guaramirim, os caminhões estão sendo impedidos de sair das bases em Biguaçu, na Grande Florianópolis, e Itajaí, no Vale do Itajaí. Este é o terceiro dia em que rodovias de Santa Catarina são bloqueadas pelos manifestantes. Os protestos iniciaram no dia 7 de Setembro em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia também

Justiça proíbe caminhoneiros de fechar rodovias federais de SC

"Ninguém fechará essa Corte", diz ministro Luiz Fux em resposta do STF a Bolsonaro

Análise: Bloqueios de caminhoneiros em rodovias tentam gerar caos e clima para golpe

Policial civil atira pro alto para conter briga durante paralisação em Araquari; assista

Colunistas