nsc
santa

GOLPE DO AMOR

Golpista conhecido por conquistar mulheres para conseguir dinheiro é preso em Balneário Camboriú

Suspeito foi detido após denúncia de mulher que teria perdido R$ 16 mil

24/04/2021 - 18h50 - Atualizada em: 24/04/2021 - 19h54

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Suspeito não teve a identidade revelada após a prisão.Foto meramenete ilustrativa
Suspeito não teve a identidade revelada após a prisão. Foto meramente ilustrativa
(Foto: )

Apontado nas redes sociais como o "golpista do relacionamento", um homem de 32 anos foi preso na noite de sexta-feira (23), em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. Ele foi detido por estelionato, pela Guarda Municipal, após ter enganado uma mulher que entregou R$ 16 mil ao suspeito. 

> Receba as principais notícias de SC por WhatsApp

A vítima, segundo a Guarda Municipal, teria marcado um encontro com o suposto golpista em um café no calçadão da Avenida Central, onde acionou a Guarda Municipal. Depois, informou que havia sofrido um golpe e acusou o homem com quem estava.

Na delegacia foi constatado que o suspeito era um "famoso estelionatário que fez várias vítimas", segundo descreve relatório da Guarda, "tanto no Brasil, quanto em Portugal".

A reportagem não conseguiu contato com a delegacia que atendeu o caso para obter mais informações sobre o caso até as 19h40min deste sábado. 

> Nova planta rara nunca vista no mundo é encontrada em Santa Catarina

Chegada de golpista a Balneário Camboriú é alertada nas redes sociais

Em março, um perfil criado por mulheres nas redes sociais alertou a chegada do suspeito a uma das cidades mais badaladas do Litoral catarinense. A publicação avisava que o homem estava com perfil ativo em um site de relacionamentos e que a localização atual era Balneário Camboriú, onde ele "procurava outras vítimas". 

> Netos de Eulália Hering buscam na Justiça nulidade de negócios com patrimônio da avó

O mesmo perfil diz que o suposto golpista escolhia as mulheres "a dedo", com base nos recursos financeiros delas e que entrava em contato com os alvos pela internet como se "por engano". O mesmo perfil diz que o homem criava um envolvimento com as vítimas, que acabavam contribuindo financeiramente com ele. 

> Homem é assassinado com corte no pescoço e corpo é deixado em barranco em Jaraguá do Sul

A publicação mais recente afirma que o suspeito muda de cidade e "começa a frequentar o lugar mais popular, cria um círculo de amigos e começa a analisar pessoa por pessoa, pesquisando a fundo sobre sua vida e assim define quem será a próxima vítima".

Leia também

Regiões de Florianópolis, Blumenau, Tubarão e Chapecó saem do risco gravíssimo da Covid-19

Como será a vacinação de pessoas com comorbidades em SC

Colunistas