nsc
dc

Pandemia

Governo de SC anuncia auxílio emergencial estadual para empreendedores

Recurso será destinado a micro e pequenos empresários que tiveram prejuízos durante a pandemia

29/03/2021 - 14h20 - Atualizada em: 01/07/2021 - 09h29

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Carlos Moisés deve assinar medida provisória que garante auxílio ainda nesta segunda-feira (29)
Carlos Moisés deve assinar medida provisória que garante auxílio ainda nesta segunda-feira (29)
(Foto: )

O governador Carlos Moisés (PSL) vai anunciar nesta segunda-feira (29) um auxílio emergencial estadual. O recurso será destinado aos Microempreendedores Individuais (MEI) e Micros e Pequenos Empreendedores com sede em Santa Catarina. O novo plano econômico ainda não foi detalhado pelo governo.

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

O objetivo é ajudar no enfrentamento dos prejuízos econômicos e sociais advindos da emergência de saúde pública provocada pelo coronavírus. 

A medida já tinha sido adiantada pelo colunista do NSC Total, Renato Igor. O programa de crédito tem carência de 1 ano e juro subsidiado pelo tesouro estadual. Estima-se em R$ 50 milhões o valor total a ser disponibilizado.

> Ernesto Araújo deixa Ministério das Relações Exteriores após pressão do Congresso

Além da medida, o Moisés promete um repasse com recursos próprios de R$ 343 milhões para a Segurança Pública. O objetivo é a compra de equipamentos, armamentos, viaturas e sistemas de tecnologia em 2021 e 2022. Também estão previstos liberação de recursos aos Bombeiros Voluntários de Santa Catarina. A expectativa é que as medidas sejam publicadas no Diário Oficial desta segunda.

Do valor total anunciado, R$ 146 milhões serão destinados à Polícia Militar, R$ 97 milhões para o Corpo de Bombeiros Militar, R$ 78 milhões para a Polícia Civil e R$ 21 milhões para o Instituto Geral de Perícias. 

Com a continuidade do processo de impeachment do caso dos respiradores, o governador será novamente afastado do cargo. A suspensão ocorre por até 120 dias. A decisão foi tomada na sexta-feira (26) por 6 votos a 4 pelo tribunal de julgamento formado por desembargadores e deputados estaduais.

Leia mais:

Defesa de Moisés acredita em mudança de entendimento dos julgadores sobre impeachment

Bebê é encontrado com cordão umbilical nos fundos de casa em Chapecó

Identificada mulher morta a facadas diante da mãe e dos filhos em Pouso Redondo, no Alto Vale

Colunistas