nsc
dc

Pandemia

Governo de SC publica regras para transporte intermunicipal e interestadual

Portaria foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (11)

12/01/2021 - 07h19 - Atualizada em: 12/01/2021 - 10h47

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Transporte coletivo
Movimento no Terminal de Integração do Centro (Ticen), em Florianópolis
(Foto: )

O governo de Santa Catarina divulgou regras para o transporte intermunicipal e interestadual e passageiros. Elas foram publicadas em portaria no Diário Oficial desta segunda-feira (11). A ocupação dos veículos está ligada à classificação da região no mapa de risco para coronavírus, e as medidas já estão valendo.

> Total de mortes por Covid-19 no Brasil é maior que a população de 98% das cidades de SC

No caso das regiões em nível gravíssimo, fica permitida a ocupação de 70% da capacidade dos assentos, considerando apenas os passageiros sentados. Anteriormente, esse percentual era de 50%. Nas demais regiões (nível de risco grave, alto e moderado), está permitida a ocupação de até 100% da capacidade.

O governo esclareceu que se uma das cidades estiver em área de risco gravíssimo, na saída ou na chegada, vale a restrição de 70%.

Atualmente, Santa Catarina tem 10 regiões com risco gravíssimo (em vermelho no mapa) para o coronavírus e outras seis em nível grave (em laranja).

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Conforme o último boletim do governo, Santa Catarina tem 522.478 casos confirmados de Covid-19, com 5.677 mortes. O estado é o terceiro do Brasil com mais infectados, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

Confira regras:

- passageiros e motoristas devem usar máscara durante todo o percurso

- temperatura dos passageiros deve ser medida antes de entrarem no ônibus. Os que registrarem mais do que 37,8°C não podem embarcar

- temperatura dos funcionários deve ser medida antes de cada turno. Os que registrarem mais do que 37,8°C não podem trabalhar

- demarcar distância mínima de 1,5 metro nos terminais de embarque e desembarque ou locais destinados para fila

- manter as salas VIP fechadas

- seguir as orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na limpeza e desinfecção dos veículos

- Realizar a limpeza e desinfecção completa dos veículos ao término de cada viagem

- disponibilizar álcool 70% ou preparações antissépticas similares para higienização das mãos no interior do veículo e nos guichês de atendimento ao público

- todas as pessoas precisam higienizar as mãos ao entrar no veículo

- higienizar os guichês de atendimento após cada cliente ser atendido

- repassar orientações e informações no início de cada viagem acerca das medidas básicas sobre higienização

- afixar no espaldar de cada poltrona um encarte com as orientações aos passageiros

- cabe aos órgãos de fiscalização municipal, estadual e federal promoverem ações e operações que garantam o cumprimento das medidas sanitárias

Leia também

> Três razões para Santa Catarina decretar medidas restritivas contra o coronavírus antes da vacinação

> Confira o mapa da evolução do coronavírus em Santa Catarina

> Brasil tem salto de 55% na média móvel de mortes por Covid e alcança maior valor desde 22 de agosto

Colunistas