nsc
dc

Pandemia

Total de mortes por Covid-19 no Brasil é maior que a população de 98% das cidades de SC

Apenas Florianópolis, Joinville, Blumenau e São José têm população maior que a soma de vítimas fatais da Covid-19 no país

12/01/2021 - 05h00 - Atualizada em: 12/01/2021 - 13h51

Compartilhe

Catarina
Por Catarina Duarte
Brasil ultrapassou a marca de 200 mil mortes pela covid-19 na última quinta-feira (7)
Brasil ultrapassou a marca de 200 mil mortes pela covid-19 na última quinta-feira (7)
(Foto: )

O total de mortos pelo coronavírus no Brasil é superior à população de 98% das cidades de Santa Catarina. Apenas Florianópolis, Joinville, Blumenau e São José têm o número de habitantes maior do que o de vítimas da Covid-19 no país. É como se os moradores de 291 dos 295 municípios catarinenses deixassem de existir.

> Painel do Coronavírus: confira como foi a evolução da pandemia em SC

A estimativa considera a população dos municípios apurada pelo Censo de 2010 do IBGE. O estudo não traz dados sobre Balneário Rincão e Pescaria Brava, ambos criados após a data da pesquisa. Para a comparação foi usada a estimativa do IBGE de 2020 sobre a população das duas cidades. 

O Brasil ultrapassou a marca de 200 mil óbitos por Covid-19 na última quinta-feira (7). Até segunda-feira (11), o total de mortos foi de 203.617. O levantamento do consórcio dos veículos de imprensa registrou 477 vítimas nas últimas 24h. 

O primeiro óbito no país foi registrado pelo Ministério da Saúde no dia 12 de março. Quatro meses depois, em junho, já eram 50 mil mortos, número que chegou a 100 mil em agosto. Já em outubro, 150 mil famílias choravam as mortes de seus familiares. 

Santa Catarina perdeu 5.677 vidas até esta segunda. Do total de municípios, 266 já registraram pelo menos uma morte em decorrência da doença. Até mesmo Santiago do Sul, cidade com a menor população de SC, notificou dois óbitos.

A expansão de mortes é reflexo de mais pessoas infectadas, explicam especialistas. Em dezembro, o Estado chegou a ultrapassar a Bahia e se tornou o terceiro com mais casos de Covid-19 na pandemia

— Em termos de casos, Santa Catarina está num patamar acima da média nacional. Tem uma escala que nós fazemos aí mostra que Santa Catarina vem de trás para frente. [...] Significa que o ritmo de contaminação em Santa Catarina é muito mais forte do que na maioria das unidades da federação, porque SC é o 13ª em número de população e já o terceiro em pessoas contaminadas. A Covid-19 é muito mais forte em Santa Catarina do que no Rio Grande do Sul, Paraná, no próprio Rio de Janeiro — aponta o pesquisador e professor da Universidade Federal de Santa Catarina, Lauro Mattei. 

Mortes bateram recorde em dezembro

À frente do Núcleo de Estudos de Economia Catarinense (Necat), que produz relatórios semanais sobre a evolução da pandemia em SC, Mattei explica que o aumento de casos de Covid-19 registrados em novembro teve um impacto direto no aumento das mortes em dezembro. No mês, o Estado bateu recorde no número de óbitos registrados desde o início da epidemia: 1.491 vidas perdidas.

> Vacina da Covid em Florianópolis: locais, seringas, freezers e o que se sabe até agora

— Do ponto de vista dos óbitos também mudou radicalmente nos últimos meses a situação de Santa Catarina e hoje o Estado já aparece em décimo lugar [em número de óbitos]. Lá em julho, mesmo com aquelas mortes todas, era o 24°, 23°. Aí passou para 18°, 15° e já está em 10° — diz o professor. 

O recorde anterior foi registrado em agosto, quando 1.158 pessoas morreram pela doença. O mês é subsequente ao primeiro pico da pandemia no Estado. Diferente dos meses anteriores, quando o número de casos notificados chegou a no máximo 20 mil no período, foram registrados 84.073 infectados em julho. 

> Com vacina da Covid-19, está na hora de deixar de lado ivermectina e cloroquina, diz cientista

Para 2021, o pesquisador projeta a manutenção da média alta de mortes pelo menos no mês de janeiro. Isso é notado na média móvel de mortes. Na última semana de dezembro, ela ficou em 44 óbitos, o que fez com que Santa Catarina passasse a fazer parte dos 10 estados do país com maior número de óbitos por Covid-19. 

Na primeira semana de janeiro, a média se manteve no mesmo patamar, atingindo 45 óbitos diários. 

Leia mais:

Vídeo mostra balada lotada em festa com ‘celulares proibidos’ em Balneário Camboriú

Cresce número de internações por Covid-19 em UTIs de Blumenau

Opinião: Clima é de incerteza sobre data e quantidade de vacinas para Covid-19 em SC

Colunistas