nsc
    santa

    Festas na pandemia

    Vídeo mostra balada lotada em festa com ‘celulares proibidos’ em Balneário Camboriú

    Casas noturnas estão proibidas de funcionar em cidades com nível gravíssimo no mapa de risco, como Balneário Camboriú. Estabelecimento nega irregularidades

    09/01/2021 - 14h26 - Atualizada em: 11/01/2021 - 08h47

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Balada em Balneário Camboriú
    Imagens mostram festa lotada em Balneário Camboriú, e jovem afirma que uso de celulares estava proibido
    (Foto: )

    Um vídeo publicado na manhã deste sábado (9) pelo perfil ‘Brazil Covidfest’, que denuncia aglomerações no país em meio à pandemia, mostra uma casa noturna completamente lotada em Balneário Camboriú, durante uma festa em que a entrada com celulares supostamente estava proibida. Segundo a publicação, o vídeo foi gravado nesta sexta-feira (8), no restaurante-balada La Belle.

    > Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp, clique aqui e entre no grupo do Santa

    A cidade de Balneário Camboriú está em uma das 10 regiões de Santa Catarina que tem risco gravíssimo para a contaminação de coronavírus, conforme a última atualização do governo catarinense. Nessas regiões, o funcionamento de casas noturnas está proibido.

    > Casos ativos de coronavírus em SC voltam a crescer e chegam a 19,4 mil

    No vídeo postado pelo perfil, primeiro aparecem imagens de dentro do ambiente, mostrando uma aglomeração de pessoas dançando. O local está completamente lotado. Depois, no fim do vídeo, uma jovem que diz estar “em uma festinha em Balneário” mostra um celular lacrado num plástico com um adesivo onde se lê a frase “Aproveite mais a sua noite que o seu celular”.

    Gulherme Cattani, advogado do escritório Juk Cattani Sociedade Advogados, que representa a La Belle, afirmou que o estabelecimento está respeitando as regras sanitárias impostas contra o coronavírus, e que funciona como bar e restaurante. Ele negou que o local esteja promovendo baladas em descumprimento ao decreto estadual, mas disse que em alguns momentos é possível que os frequentadores “se exaltem”.

    > Balada é interditada na Praia Brava pela segunda vez em três dias por promover aglomeração

    — Bares e restaurantes estão permitidos, e muitas vezes o consumidor, que já está enclausurado em casa há muito tempo, acaba se exaltando, mas essa não é uma situação que o estabelecimento estimule. Os seguranças a todo momento solicitam que as pessoas se sentem e mantenham o distanciamento. Mas, às vezes, efetivamente o negócio ‘pega fogo’ — declarou o advogado.

    Sobre a proibição de entrada com celulares no local, o advogado negou que a iniciativa tenha a motivação de evitar o registro de possíveis aglomerações. Segundo Gulherme Cattani, a ideia de “lacrar” os aparelhos integra uma campanha da La Belle que começou antes da pandemia, com a intenção de estimular que as pessoas aproveitem mais o ambiente e se desconectem dos celulares.

    > MP cobra informações sobre a fiscalização no fim de ano ao Estado e municípios de SC

    A assessoria da Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú informou que o órgão teve acesso às imagens e que irá encaminhá-las ao Ministério Público (MP-SC).

    Ainda segundo a Vigilância Sanitária, agentes do órgão fizeram uma fiscalização de rotina no estabelecimento na noite desta sexta, por volta da meia-noite, e naquele momento o local funcionava como bar e restaurante, atendendo às regras estabelecidas.

    Leia também

    > Dagmara Spautz: Quem vai pagar pelas baladas da insanidade em Santa Catarina?

    > UFSC pode usar nitrogênio líquido para conservar vacina da Pfizer

    > “O coronavírus se dissemina na falta de cuidado”, diz o epidemiologista Pedro Curi Hallal

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas