O homem, de 53 anos, morto em Anchieta, no Oeste de Santa Catarina, era padrasto do criminoso acusado pelo feminicídio da companheira, Indianara Aparecida de Moura, assassinada em 2018, aos 22 anos. O pai e o irmão Indianara são os suspeitos de matar o homem na noite de segunda-feira (13). As informações são do g1 SC

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O homem, de 33 anos, condenado pelo feminicídio de Indianara, também foi baleado e levado ao hospital por apresentar ferimentos graves. Segundo a Polícia Civil, ele foi preso em 2019 e estava em saída temporária. 

Além do pai e do irmão de Indianara, um terceiro suspeito, sem parentesco com a mulher, foi identificado. Os três foram presos em flagrante, segundo o delegado Cleverson Luis Müller, à frente da investigação.

A Polícia Civil investiga se a intenção era matar apenas o condenado ou todos da casa. 

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total no Google Notícias 

Crime teria sido motivado por vingança

Segundo a Polícia Civil, o crime pode ter sido motivado por vingança. O caso aconteceu por volta das 19h na Rua Olímpio Peserico, do bairro Cohab. Os suspeitos — dois homens, de 63 e 35 anos, ambos naturais de Santa Catarina e com passagens policiais — teriam invadido a casa e realizado disparos contra outro homem, de 53 anos, natural do Rio Grande do Sul, que não resistiu e morreu no local.  

Outra pessoa, um homem de 33 anos, também ficou ferido e foi encaminhado ao hospital. Segundo a PMSC, ele teria matado uma mulher, em Xanxerê, também no Oeste, familiar de um dos suspeitos. Ambas as vítimas possuíam passagens policial e não tiveram a identidade revelada. 

Além deles, a polícia também encontrou outro homem, que estava escondido dentro de um caminhão, suspeito de participar do crime.

Os três suspeitos, que também não tiveram o nome divulgado, foram presos e encaminhados à delegacia. Uma espingarda utilizada no crime foi apreendida. A Polícia Civil de Anchieta investiga o crime. 

Continua depois da publicidade

Assassinato de Indianara 

O assassinato de Indianara ocorreu por volta das 19h de 26 de março de 2018, em Xanxerê, também no Oeste de Santa Catarina. O delegado substituto Thiago Gomez, da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCami), contou à época que a vítima foi surpreendida quando estava indo para um curso.

— Foi quando ela desceu do ônibus. O suspeito a surpreendeu — falou.

Na ocasião, segundo a PM, ele confessou o crime e apontou o matagal onde jogou a faca usada para golpear a vítima.

Leia mais

Casal morto por engano no PR era recém-casado e foi assassinado em cima da cama

Dupla invade terreno e atira dez vezes contra homem em Joinville

Quatro são presos na Grande Florianópolis suspeitos de participar em golpe do bilhete premiado

Destaques do NSC Total