nsc
dc

Golpe

Homem perde R$ 4 mil após receber nudes no Oeste de SC

Caso foi descoberto após homem tentar depositar uma nova quantia de dinheiro em uma lotérica de Descanso

14/07/2021 - 16h19 - Atualizada em: 14/07/2021 - 16h41

Compartilhe

Por Luana Amorim
Suposto delegado entrou em contato com a vítima exigindo o dinheiro
Suposto delegado entrou em contato com a vítima exigindo o dinheiro
(Foto: )

Um homem perdeu R$ 4 mil reais após trocar mensagens pela internet com uma mulher e receber nudes. O golpe foi descoberto quando ele foi a uma lotérica de Descanso, no Oeste de Santa Catarina, para mandar mais R$ 8 mil para um suposto delegado, que teria entrado em contato dizendo que ela morreu.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Segundo a Polícia Militar, a suspeita é de que ele já estava conversando há algum tempo com a mulher. Durante a troca de mensagens, ela teria enviado fotos íntimas para o homem, pedindo para que ele também mandasse, porém, ele negou. 

Depois de alguns dias, de acordo com a PM, a vítima recebeu uma ligação de alguém que alegava ser delegado no Rio Grande do Sul, exigindo que ele pagasse R$ 4 mil referente a um processo de pedofilia. O homem, então, fez o depósito. 

Porém, dias depois, o mesmo suposto delegado teria ligado novamente, exigindo que o homem depositasse mais R$ 8 mil para cobrir as despesas funerárias da mulher, que teria escrito uma carta e cometido suícidio. A vitima foi até uma lotérica para fazer o depósito, mas, após os funcionários estranharem a situação, a polícia foi acionada, e um boletim de ocorrência sobre o caso foi registrado. A idade do homem não foi divulgada. 

Este caso é conhecida como "golpe do falso delegado", que envolve a extorsão nas redes sociais após o envio de imagens sensuais. Em abril, a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Santa Catarina (Adepol-SC) chegou a se manifestar sobre o assunto após golpistas usarem nome e fotos de delegados de polícia do Estado para a prática do crime.

No ano passado, criminosos chegaram a utilizar a imagem e o nome de um delegado de Turvo, no Sul catarinense, para aplicar o golpe.

Golpe do falso delegado

Leia também: 

Criança que caiu de tirolesa em hotel de Pomerode está na UTI, diz pai

Homem é assassinado com pelo menos 7 tiros na cabeça às margens da BR-101, em São José

Homem morre durante jogo de futebol entre amigos em Joinville

Colunistas