nsc
dc

Justiça

Homens que deram 25 facadas em mulher trans são condenados em Içara

Um dos homens era cliente da vítima e teria prometido quitar as dívidas naquela noite; ainda cabe recurso da decisão

05/07/2021 - 15h48

Compartilhe

Diane
Por Diane Bikel
O caso aconteceu em outubro de 2020 em Içara
O caso aconteceu em outubro de 2020 em Içara
(Foto: )

Dois homens que esfaquearam uma mulher trans após um assalto, em outubro de 2020, foram condenados por tentativa de latrocínio na última sexta-feira (2). A mulher, que prestava serviço para um dos homens no momento, levou 25 facadas em lugares diferentes do corpo. As informações são do Tribunal de Justiça de Santa Catarina; ainda cabe recurso da decisão.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O caso aconteceu por volta das 6h do dia 17 de outubro. Segundo a denúncia, a vítima era cliente de um dos homens e foi chamada para um programa íntimo naquela noite. O homem teria prometido quitar as dívidas anteriores durante o encontro.

A vítima passou para pegar o homem em casa e quando chegou no local combinado, o segundo homem também embarcou no carro, de acordo com a denúncia. Já no caminho, quando o cartão não foi autorizado na máquina de pagamento, eles teriam anunciado um assalto. Neste momento, os dois, cada um com uma faca, esfaquearam a mulher por 25 vezes.

Ela registrou perfurações nos braços, pernas no rosto e regiões torácica e cervical.

> SC antecipa vacinação da Covid-19; veja quando você será imunizado

A vítima conseguiu sair do veículo e pedir ajuda de pessoas que moravam nas proximidades e os dois homens fugiram do local. 

Eles foram condenados pelo Juízo da 2ª Vara da Comarca de Içara a 11 anos, 5 meses e 4 dias de prisão, cada um, em regime fechado, mais o pagamento de 146 dias-multa.

*Sob supervisão de Vinícius Dias.

Leia também:

> Funcionário demitido invade casa de ex-chefe e faz família refém no Sul de SC

> Cantor sertanejo vai fazer cirurgia de aumento peniano em Santa Catarina

> Carro é flagrado a 168km/h em rodovia de SC, mais que o dobro da velocidade permitida

Colunistas