nsc
an

Vítima do acidente

"Impressão que íamos ficar soterrados", conta vítima de desabamento em Joinville

Thalita Oliveira caiu junto com o marido na estrutura que cedeu na avenida Beira-Rio

23/11/2021 - 14h51

Compartilhe

Por Marcelo Henrique
Buraco na calçada
Ao todo, 33 pessoas estavam na calçada que desabou na avenida Beira-Rio em Joinville
(Foto: )

A auxiliar administrativa Thalita Oliveira foi uma das pessoas que caíram no desabamento da calçada na avenida Beira-Rio em Joinville. Ela estava junto com o marido e foi até o evento de abertura do Natal para assistir o coral das Escolas Adventistas, quando foi surpreendida pela queda da estrutura.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Em entrevista à NSC TV Joinville, Thalita disse que acreditou que o pior tinha acontecido quando a calçada desmoronou.

- Foi muito rápido, a gente nem sentiu o chão se abrir. Só percebeu quando tinha água em cima da gente. A impressão que a gente tinha é que íamos ficar soterrados - revela.

A auxiliar administrativa conta que o susto foi tão grande, que parecia que tinham morrido no acidente.

- Foi muito assustador. Até que nós conseguimos levantar e ver que estava ‘tudo bem’. Estavamos vivos, porque aparentemente parecia que nós tínhamos morrido - relata.

Thalita e seu marido conseguiram escapar depois de subir pelos escombros e tubulações que havia no buraco. Eles sofreram alguns hematomas e arranhões, mas passam bem.

No total, 33 joinvilenses, entre adultos e crianças, estavam na estrutura que cedeu na avenida Beira-Rio por volta de 20h10 desta segunda-feira. Ninguém sofreu ferimentos graves.

Os socorristas, policiais e pessoas que estavam acompanhando o evento ajudaram no resgate das vítimas. Os bombeiros também realizaram uma varredura com barco na região para avaliar se havia alguma vítima presa nos escombros da calçada, mas ninguem foi encontrado.

Mesmo após o desabamento, a prefeitura decidiu continuar a programação do evento. O prefeito de Joinville, Adriano Silva, justificou a decisão dizendo que houve “respeito e cuidado” e que o espetáculo só foi retomado depois da constatação de que não havia pessoas gravemente feridas.

*Com informações da NSC TV Joinville

*Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também:

Vítimas de desabamento de calçada em Joinville recebem alta hospitalar

Joinville vai alugar robôs para avaliar galerias de água após desabamento

Evento de Natal em Joinville continuou por não haver feridos graves, diz prefeito

Polícia Civil investiga causas do acidente no evento do Natal de Joinville

Colunistas