nsc
    dc

    Fogo

    Incêndio atinge sede da maior fabricante de vacinas do mundo na Índia

    Imprensa indiana disse que a produção de vacinas contra a Covid-19 não foi afetada.

    21/01/2021 - 07h40 - Atualizada em: 21/01/2021 - 07h43

    Compartilhe

    Por AFP
    Incêndio no Serum Institute of India, maior fabricante mundial de vacinas
    Incêndio no Serum Institute of India, maior fabricante mundial de vacinas
    (Foto: )

    Um incêndio foi declarado nesta quinta-feira (21) no Serum Institute of India, maior fabricante mundial de vacinas, de acordo com imagens da televisão local, mas a imprensa indiana disse que a produção de vacinas contra a Covid-19 não foi afetada.

    > Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    Os canais de televisão indianos exibiam imagens de uma enorme nuvem de fumaça cinza sobre as instalações do Serum Institute of India, em Pune (oeste), onde milhões de doses da vacina contra o coronavírus Covishield, desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, estão sendo produzidas atualmente.

    De acordo com os canais, o incêndio começou em um local em construção, longe das instalações de produção de vacinas.

    "A instalação de produção de vacinas não foi afetada e isso não afetará a produção", declarou uma fonte do Serum Intitute of India à AFP, acrescentando que "o fogo começou numa nova fábrica em construção".

    "Enviamos seis ou sete caminhões de bombeiros ao local. Não temos mais informações para compartilhar no momento sobre a extensão do incêndio ou se alguém está preso", disse à AFP um responsável pelo corpo de bombeiros local.

    "Equipes da polícia chegaram ao local", informou à AFP a polícia de Pune, sem fornecer mais detalhes.

    A Índia é o segundo país mais afetado - depois dos Estados Unidos - pela Covid-19, com mais de 10 milhões de casos confirmados, embora a taxa de mortalidade seja uma das mais baixas do mundo.

    > Astrazeneca e CoronaVac: as diferenças entre as vacinas da Covid-19

    No início de janeiro, duas vacinas foram aprovadas com urgência: a Covishield, desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford e produzida pelo Serum Institute of India, e a Covaxin, fabricada pela empresa local Bharat Biotech.

    A Índia lançou, no sábado, uma das campanhas de vacinação mais ambiciosas do mundo, com o objetivo de imunizar 300 milhões de pessoas até julho.

    Leia também: 

    Por dentro de um laboratório de produção de vacina

    Quem são e como estão passando os três primeiros vacinados contra Covid-19 em SC

    Vacina contra a Covid-19: quem pode ou não tomar

    Quando serei vacinado contra a Covid-19 em Santa Catarina?

    É falso que primeira vacinada com CoronaVac no Brasil já estivesse imunizada

    Como funciona uma vacina?

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas