nsc
hora_de_sc

PMF

Incentivar o transporte sustentável é um dos objetivos da revisão do Plano Diretor de Florianópolis

Alterações priorizando bicicletas e os pedestres estão entre as ações previstas na mobilidade

21/07/2022 - 17h55

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
O objetivo é o desenvolvimento orientado do transporte sustentável
O objetivo é o desenvolvimento orientado do transporte sustentável
(Foto: )

A mobilidade urbana é parte vital da cidade, envolvendo elementos como a malha cicloviária e outras formas de locomoção coletivas e individuais, que necessitam de atenção e melhorias constantes. Por isso, na revisão do Plano Diretor de Florianópolis, o objetivo é o desenvolvimento orientado do transporte sustentável, trabalhando nas diferentes frentes que podem favorecer uma cidade mais dinâmica e eficiente.

> Revisão do Plano Diretor de Florianópolis incentiva proteção às áreas de preservação permanentes

Segundo a Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano de Florianópolis, as revisões e adequações do Plano Diretor, tanto para a área central quanto para outros distritos, são fundamentais no que tange a mobilidade urbana.

A administração municipal está propondo um modelo alternativo, que pode ser um caminho a ser seguido e que prevê um desenvolvimento orientado ao transporte sustentável. Entre os exemplos estão muitas alterações já realizadas e que priorizam bicicletas e pedestres, mas é necessário também reduzir o número de garagens nos edifícios, tornando a cidade mais inteligente e eficiente.

Favorecer a independência dos bairros em relação ao Centro

Dessa forma, na região central da cidade, por exemplo, muitas áreas não necessitam de tantas vagas de garagem, que podem ser reduzidas e economizar, inclusive, tornando mais baratas as habitações e a execução dos edifícios.

As demais regiões também levam esse conceito. Quando são criados bairros mais autônomos e independentes do Centro, há uma redução também da necessidade de ir à área central da cidade todo dia, o que reduz as filas no trânsito e favorece a mobilidade como um todo.

> Equipe de ginástica artística de Florianópolis participará do Campeonato Brasileiro

Para a Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano de Florianópolis, modificar as situações que existem no distrito central, gerando oportunidades também de habitação social e de redução de vagas de garagem e incentivar que os outros bairros tenham mais independência, vai favorecer a mobilidade como um todo.

Aumento da largura das ruas favorecendo ciclovias e calçadas

Outro ponto importante diz respeito ao aumento da caixa da via (largura da rua), já que muitas ruas da cidade possuem caixa da via menor do que a prevista no Plano Diretor atual.

Por isso, incentivos que estimulem um aumento da caixa da via podem possibilitar que a cidade tenha equipamentos como calçadas mais adequadas para os pedestres, e que mais ciclovias sejam instaladas na capital, aumentando a malha cicloviária, que hoje abrange 185,37 km em diferentes regiões da cidade.

Além disso, a medida fornece espaço para que a implantação de corredores exclusivos para o transporte coletivo possam ser destinados em vias com esta necessidade.

Revisão do Plano Diretor: próximos passos

Florianópolis está realizando a revisão do Plano Diretor. Isso acontece porque a Capital Catarinense não é mais a mesma de dez anos atrás. Dessa forma, muitos pontos do atual Plano Diretor já não se encaixam mais na cidade e impedem que ela se desenvolva.

Com a revisão do Plano Diretor, será possível atualizar a legislação de acordo com as necessidades atuais da população, levando em consideração as carências e potencialidades de cada um dos 12 distritos da cidade.

> Aplicativo atrai meninas para o mercado da tecnologia em Florianópolis

O processo de revisão do Plano Diretor está sendo retomado com o início das audiências públicas nos distritos, a consulta pública e uma audiência final, que está marcada para o dia 01 de agosto e acontecerá no Auditório do Tribunal de Contas, no endereço Rua Bulcão Viana, nº 90, Centro, em Florianópolis.

Após essas etapas, será feita a compilação dos resultados das audiências e o envio, juntamente com o documento das propostas, para o Conselho da Cidade, que fará a apreciação.

Após apreciado, o documento será protocolado pela Prefeitura de Florianópolis na Câmara de Vereadores. A expectativa da administração municipal é de que no início do segundo semestre de 2022, as etapas de audiências e discussões sejam vencidas para que a Câmara de Vereadores possa dar continuidade ao processo até o fim do ano.

Para saber o dia da reunião do seu distrito, acesse o site.

Leia também

Florianópolis amplia o número de áreas de preservação ambiental

Após reforma, biblioteca municipal conta com espaço amplo e acessível

Colunistas