O aniversário representa um novo ciclo, um renascimento. E o inferno Astral é o período de 30 dias que antecede o aniversário. Para podermos renascer, é preciso deixar algumas coisas para trás, a fim de entrarmos no novo ciclo livres de algumas amarras que nos prendiam e que já não fazem mais sentido.

Continua depois da publicidade

> Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

Período de reflexão e autoanálise

Apesar do nome, o Inferno Astral nada mais é do que um período de reflexão e autoanálise, no qual temos a capacidade de ter contato com alguns aspectos que buscamos deixar para trás. Costumo dizer que no período do Inferno Astral é o momento em que saímos do papel de protagonista da nossa própria vida e assumimos o papel de espectador.

É quando descemos do palco onde está sendo encenada a nossa vida e nos sentamos na plateia para assistir aos eventos. Ao mudarmos a perspectiva de protagonista para observador, é possível enxergar alguns aspectos que antes não era possível ter consciência. Podemos sentir desconforto, tristeza e com a impressão de que estamos dialogando com o vazio.

> Descubra a casa e o planeta do seu signo

Continua depois da publicidade

Nem sempre é ruim

Ter a consciência do que precisamos deixar para trás é o que gera o descontentamento pessoal. Entretanto, não é regra que o Inferno Astral seja pesado: algumas pessoas passam por este período bem, sem ter nenhum tipo de desconforto. No dia do aniversário, quando iniciamos um novo período por mais um ano de vida, o Inferno Astral fica para trás. Renascemos mais livres, e a pressão dos dias que antecederam nosso aniversário se dissipa.

*Por astróloga Agnes Katsumata

Leia também

Ciclo Lunar: entenda como ele influencia sua vida

Entenda como funciona a astrologia chinesa

Aprenda a interpretar o Mapa Astral

Destaques do NSC Total