nsc
    dc

    Imposto

    IPTU aumentou? Saiba por que o imposto mudou na sua cidade

    Valor sofre ajustes com a inflação e com as alterações no imóvel

    01/01/2021 - 08h00 - Atualizada em: 03/01/2021 - 16h25

    Compartilhe

    Maria Eduarda
    Por Maria Eduarda Dalponte
    Valor do IPTU sofre alteração anualmente
    Valor do IPTU sofre alteração anualmente
    (Foto: )

    Todo ano o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é atualizado. Esse tributo é calculado de acordo com o valor venal do imóvel, ou seja, o valor pelo qual o bem é comercializado, com pagamento à vista, em condições normais de mercado. O reajuste anual é feito com base na inflação, calculada pelos índices nacionais.

    > IPTU 2021 em Joinville: prazo para desconto e como consultar valor

    > Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

    O valor da tarifa também é modificado quando o imóvel sofreu alguma alteração de área construída, de medidas do terreno ou de uso (residencial ou comercial), já que o cálculo do imposto leva em conta o valor venal calculado de acordo com o tamanho do terreno, a localização, a área construída e o tipo de acabamento desta construção.

    Em 2013, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que as prefeituras municipais não podem alterar a base de cálculo e elevar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) por decreto, mas apenas por lei, aprovada pelo Legislativo. Isso dificulta a variação do imposto anualmente. 

    Para que o aumento não seja tão grande, algumas prefeituras fixam o teto anual, como é o caso de São Paulo, que permite 10% de aumento para endereços residenciais e 15% para comerciais.

    Veja o aumento do IPTU nas principais cidades de Santa Catarina para 2021

    Florianópolis: o reajuste da cobrança é de 3,92%, de acordo com a inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    Palhoça: Para 2021, o reajuste da cobrança é de 4,77%, de acordo com a inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    > IPTU 2021 na Grande Florianópolis: prazo para desconto e como consultar valor

    Biguaçu: O reajuste da cobrança é de 4,77%, de acordo com a inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    Balneário Camboriú: O reajuste deste ano foi de 5,41%, conforme correção monetária do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

    Blumenau: Como nos anos anteriores, o imposto recebeu reajuste correspondente à inflação, que ficou em 5,20%.

    > IPTU 2021 em Blumenau: prazo para desconto e como consultar o valor

    Joinville: Houve um reajuste no imposto de 3,14% em relação ao ano anterior, correspondendo à inflação acumulada no período de outubro de 2019 a setembro de 2020, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

    *Com supervisão de Raquel Vieira

    Leia também:

    IPVA para carros terá redução de 5,53% em SC; veja os descontos

    Material de construção lidera alta de ICMS; fiscalização ajuda

    “Não temos movimentação de argentinos”, diz cônsul em SC

    Colunistas