nsc
dc

Imposto

IPVA 2022 em Santa Catarina: veja valor e calendário de pagamento

Alíquotas continuam as mesmas deste ano, e o tributo poderá ser pago em três parcelas

22/12/2021 - 10h40

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
Para pagar o IPVA, o proprietário do veículo deve acessar o site oficial do Detran
Para pagar o IPVA, o proprietário do veículo deve acessar o site oficial do Detran
(Foto: )

O governo de Santa Catarina divulgou o calendário de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2022. As alíquotas continuam as mesmas deste ano, e o tributo poderá ser pago em três parcelas.  

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A ordem de pagamento é definida pelo número da placa. Os primeiros a pagar são os donos de veículos com placa de final 1. Quem optar por parcelar o imposto, deve fazer o primeiro pagamento do boleto até 10 de janeiro. Já a cota única tem vencimento no dia 31 de janeiro. Não há desconto para quem optar pelo pagamento em uma só vez ou adiantar parcelas. 

A base de cálculo é o valor de mercado do veículo, conforme a tabela Fipe. Para saber quanto você terá de pagar, basta pesquisar o preço do seu veículo no site da Tabela Fipe e calcular a alíquota deste valor.  

> SP e SC disputam primeiro túnel submerso do Brasil; entenda a polêmica

Confira as alíquotas 

  • 2% para veículos de passeio, utilitários e motor-casa, nacionais ou estrangeiros;  
  • 1% para veículos de duas ou três rodas; os de transporte de carga ou passageiros, nacionais ou estrangeiros; 
  • 1% para veículos destinados à locação, de propriedade de locadoras de veículos ou por elas arrendados mediante contrato de arrendamento mercantil.

Para pagar o imposto, o proprietário do veículo deve acessar o site oficial do Detran e emitir a guia de pagamento, que pode ser paga em qualquer agência dos grandes bancos do país, ou pela internet.

Veja o calendário de 2022

Leia também

Quanto custa alugar um apartamento de luxo em Balneário Camboriú no verão

Indústria catarinense teve o maior crescimento do Brasil em 2021

Quatro cidades de SC seguem na lista das mais ricas do país; veja ranking

Colunistas