Duas jararacas foram encontradas dentro de um galinheiro em um rancho de Pomerode, no Vale do Itajaí, na manhã deste sábado (1º). As cobras invadiram o local e foram avistadas pela dona da propriedade no bairro Testo Alto. O Corpo de Bombeiros Voluntários da cidade foi acionado para remover os animais da espécie peçonhenta.

Continua depois da publicidade

Receba notícias do Blumenau e região pelo WhatsApp

Conforme relato dos bombeiros, as jararacas estavam juntas no mesmo lugar e foram removidas de dentro do galinheiro com um equipamento especial. Com um gancho, os animais puderam ser capturados com segurança.

Bombeiros voluntários registraram as cobras capturadas (Foto: Corpo de Bombeiros Voluntários de Pomerode)

As cobras foram levadas até uma área de mata mais distante da propriedade e soltas no habitat natural, de forma segura para os moradores do rancho. Ainda segundo os bombeiros, a dona do local não informou se já havia encontrado animais peçonhentos dentro da propriedade.

Conheça as 11 cobras venenosas nativas de SC e veja em quais regiões são encontradas

Continua depois da publicidade

De acordo com a corporação, o registro de ocorrências relacionadas ao aparecimento de cobras dentro de residências é comum na região. Por isso, os profissionais já estão acostumados com esse tipo de chamado.

Espécie de cobra venenosa mais comum em SC

A jararaca é a a espécie de cobra venenosa mais comum de Santa Catarina. Ela está presente em todas as regiões do Estado, inclusive em áreas urbanas. Esse grupo de animais se adapta muito bem aos ambientes modificados e, segundo especialistas, pode se tornar ainda mais comum o encontro dessas serpentes com os seres humanos.

— A jararaca está em todas as regiões catarinenses e se dá muito bem em áreas alteradas, em regiões urbanas. As cidades vão crescendo e isso promove o aumento de lixo, que proporciona o crescimento da população de ratos, que é alimento para a jararaca. O entulho acaba se tornando abrigo para esses animais. Por isso, a tendência é sempre termos mais registros de jararaca — alerta Selvino Neckel de Oliveira, coordenador do livro “Ofidismo em Santa Catarina”.

VÍDEO: uma das cobras mais venenosas do Brasil e que pode matar humanos é capturada em SC

Cobra-coral verdadeira ou falsa? Descubra tudo aqui

Leia também

Morre Dom José Balestieri, bispo emérito de Rio do Sul, aos 83 anos

Continua depois da publicidade

VÍDEO: cobra é flagrada cruzando faixa de pedestres no Centro de Florianópolis

Destaques do NSC Total