nsc
nsc

Destaque

Joinville abriga ecossistema completo de empreendedorismo e inovação

Combinando um histórico industrial com um novo cenário tecnológico, Joinville atrai investidores de diversos segmentos e tem o primeiro edifício comercial sustentável do Estado

22/11/2021 - 17h39 - Atualizada em: 02/12/2021 - 08h36

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
empreendimento em joinville
Tendo a sustentabilidade como sinônimo de eficiência, Joinville abriga o primeiro edifício comercial ecologicamente responsável de SC
(Foto: )

Sem deixar de lado a vocação industrial pela qual é conhecida, Joinville tem abrigado empreendimentos de diversos setores da economia. Acolhendo de grandes multinacionais a startups em começo de trajetória, atraídas por um ambiente integrado entre mercado, governo e universidades, que fomentam a inovação e o desenvolvimento econômico local.

> Tecnologia 5G terá velocidade cem vezes superior à última versão disponível

Joinville ocupa a 10ª posição do ranking das cidades com maior taxa de empresas por habitante no Brasil, de acordo com o Tech Report 2020 da Acate (Associação Catarinense de Tecnologia). E está em 9º lugar entre as cidades brasileiras com os melhores ecossistemas para surgimento e crescimento de empresas de base tecnológica, segundo o Startup Ecosystem Index Report 2021.

De polo industrial ao polo de startups

Os setores de indústria e serviços juntos, correspondem a mais de 70% do PIB local. A força da indústria foi precursora e estimulante para alavancar o desenvolvimento tecnológico na região, proporcionando uma infraestrutura acolhedora para novos negócios no norte catarinense, que tem se tornado um novo polo de startups.

Segundo o estudo do observatório da Acate e da Neoway, são 2,4 empresas instaladas para cada mil habitantes do município. Entre elas, 116 são startups, de acordo com um levantamento realizado pela Join.Valle, instituição de fomento ao empreendedorismo local.

A maior e mais industrializada cidade de Santa Catarina abrange uma série de fatores e instituições que proporcionam o crescimento e a evolução de um cenário inovador. Entre elas, um conjunto de ações de políticas públicas de incentivo à ciência, tecnologia e inovação que vêm sendo implementadas na região desde 2015 com apoio da iniciativa privada de diferentes setores da economia e também da academia.

De lá pra cá, o contexto tecnológico do estado tem ganhado grandes proporções. Atraindo de pequenos negócios à multinacionais. Santa Catarina é o 4º maior polo de tecnologia do país em faturamento das empresas e o segundo em produtividade. 

Conforme o Tech Report 2020, o faturamento chegou a R$ 17,7 bilhões, representando quase 6% do PIB catarinense, quase o dobro da média nacional, que é de 3,4%. Joinville, ocupa a 7ª posição do ranking nacional entre as cidades com maior faturamento médio das empresas do setor de tecnologia.

Cidade para investir e se instalar

Com IDH (Índice de desenvolvimento humano) elevado, a ‘Manchester Catarinense’, apelido que ganhou pela semelhança histórica de evolução industrial com o segundo maior centro urbano do Reino Unido, Joinville já foi avaliada como a 2ª cidade melhor para se viver, segundo o anuário de 2015, ‘Melhores Cidades’ da Revista Isto é, considerando indicadores sociais, econômicos e culturais.

O crescimento e desenvolvimento da cidade no norte catarinense tem refletido também na indústria de construção civil e do setor imobiliário. Para se integrar na construção de uma cidade mais inteligente e humanizada, os novos empreendimentos precisam se adequar a dinâmica moderna.

Infraestrutura alinhada ao desenvolvimento sustentável

Tendo a sustentabilidade como sinônimo de eficiência, Joinville abriga o primeiro edifício comercial ecologicamente responsável do estado e um dos poucos do Brasil, reconhecido com selo mundial LEED (Leadership in Energy and Environmental Design). O selo prevê, entre outros requisitos na construção: a redução de impactos ambientais das edificações; o uso racional dos recursos naturais; redução, tratamento e reuso dos resíduos da construção; e melhoria na qualidade de vida do usuário.

Integrado ao ecossistema inovador de Joinville, o edifício Auri Corporate Tower, é um empreendimento pioneiro no atendimento à dinâmica ecológica, que deixou de ser tendência para se tornar pré-requisito nos negócios modernos que almejam e valorizam construções eficientes.

Instalado no bairro Bom Retiro ao lado do Joinville Garten Shopping, um dos pontos de maior valorização de Joinville, o edifício corporativo foi projetado para integrar a dinâmica de conexões locais e servir como um Hub de desenvolvimento empresarial.

Com localização privilegiada, próximo às indústrias de grande porte, tanto nacionais como multinacionais, o edifício está preparado para sediar escritórios de todos os portes, no rico e estimado ecossistema empreendedor do norte catarinense.

Atualmente, duas grandes empresas de tecnologia estão sediadas no Auri. A Mercos, uma startup de Joinville especializada em software de vendas para indústrias e distribuidoras, e a fintech ASAAS, especialista em geração de boletos e cobranças.

Sobre a Aurinova

A Aurinova Desenvolvimento Imobiliário atua há mais de 20 anos no mercado de incorporação residencial e comercial de alto padrão, em diversos segmentos como construção civil, saúde, tecnologia da informação e alimentação.

Tem como foco aliar arquitetura, design sofisticado, sustentabilidade e segurança em projetos customizados.

Saiba mais sobre o Auri Corporate Tower no site www.auricorporate.com.br.

Leia também

Top of Mind premia as marcas mais lembradas pelos catarinenses em 2021

Município catarinense espera receber mais de R$ 4 milhões via Refis ainda em 2021

Gaspar se aproxima do título de Capital Nacional da Moda Infantil

Colunistas