nsc
    an

    Pandemia

    Joinville e região aparecem no mapa de risco para coronavírus com a pior pontuação de SC

    Região está com nota 3,5 na matriz do Estado, assim como Planalto Norte e Meio Oeste

    07/01/2021 - 16h02

    Compartilhe

    Hassan
    Por Hassan Farias
    Movimento no Centro de Joinville
    Movimento no Centro de Joinville
    (Foto: )

    Joinville e região aparecem no mapa de risco para coronavírus com a pior pontuação de Santa Catarina, em atualização divulgada nesta quinta-feira (7) pelo governo do Estado. A matriz mostra mais uma vez a região no nível gravíssimo, com 3,5 pontos em escala que vai até 4, juntamente com o Planalto Norte e o Meio Oeste.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    A região de Joinville está no nível gravíssimo desde 24 de novembro e não há perspectiva de recuo para o patamar grave. No momento, as piores pontuações são nos quesitos de transmissibilidade, monitoramento e capacidade de atenção, todos com nota 4. O melhor desempenho é a nota 2 no quesito Evento Sentinela, que se baseia na ocorrência de óbitos e comportamento da pandemia.

    No entanto, o relatório do governo do Estado aponta que o período avaliado compreende o recesso de fim de ano, em que há um deslocamento maior da população e uma diminuição na procura por centros de triagem. Isso pode ter influenciado na queda das notas no quesito.

    > Vacinas contra coronavírus: perto de ser anunciado, plano de Joinville quer oferecer imunização para todos

    Em dezembro, o secretário da Saúde, Jean Rodrigues da Silva, já havia estimado que a região Nordeste - da qual faz parte Joinville - não deve deixar o risco gravíssimo na matriz antes do início de fevereiro. Para isso, seria necessário recuar para uma pontuação abaixo de 3.

    Em entrevista ao AN, na semana passada, o secretário também alertou para a possibilidade de um novo pico de internações em leitos de UTI na segunda quinzena de janeiro. Isso devido às confraternizações de fim de ano. Na última terça-feira (5), a prefeitura prorrogou as medidas de combate ao coronavírus por mais uma semana.

    > Dengue em Joinville: as estratégias do município para evitar novo recorde de casos em 2021

    Colunistas