nsc
an

Saúde

Joinville vai acelerar vacinação contra Covid-19 após cobrança por lentidão na aplicação de doses

Secretário da Saúde diz que adaptou estratégia e vai concluir, até a próxima semana, a aplicação das doses já recebidas pelo município

16/02/2021 - 15h46 - Atualizada em: 16/02/2021 - 15h51

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Vacinação contra Covid-19 em Joinville
Vacinação contra Covid-19 em Joinville
(Foto: )

Joinville vai acelerar a vacinação contra o coronavírus e pretende aplicar até a próxima semana todas as doses já recebidas pelo município. Segundo o secretário municipal da saúde, Jean Rodrigues da Silva, a decisão foi tomada a partir da cobrança por causa da velocidade atual de imunização.

A cidade integra a região Nordeste do Estado, que aplicou apenas 39% das doses recebidas, tendo o pior índice de Santa Catarina, de acordo com os dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive).

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

A região Nordeste reúne oito municípios e recebeu 22.590 doses da vacina até a última segunda-feira (15). Destas, 8.891 foram aplicadas em pessoas que integram os grupos prioritários na campanha de imunização contra a Covid-19, segundo a Dive.

> Monitor da Vacina: dados detalhados da vacinação em Santa Catarina

Os dados atualizados por cidades ainda não foram divulgados pelo órgão estadual, mas o levantamento da prefeitura de Joinville indica que o município aplicou 9.282 das 19.262 doses da vacina enviadas pelo Estado. O número representa 48,1% do total, percentual um pouco acima do patamar da região Nordeste. 

Sem detalhar de onde surgiram as cobranças por mais velocidade na vacinação, o secretário da saúde afirma que mudou a estratégia e agora pretende aplicar todas as doses até o dia 24.

- Nós tínhamos montado um planejamento para passar o mês de fevereiro aplicando doses, já que não viriam tantas neste primeiro momento e também para que pudéssemos fazer a gestão do processo, mas pela cobrança por velocidade a gente adaptou a estratégia - explica.

> Se mantiver o atual ritmo, SC vai concluir vacinação contra o coronavírus em novembro de 2023

Cronograma de vacinação para próximos dias

O cronograma prevê terminar até quinta-feira (18) a aplicação das primeiras doses disponíveis para trabalhadores da saúde. No dia seguinte, deve ser concluído o lote de segunda dose da Coronavac, destinado aos profissionais da saúde e idosos em instituições de longa permanência (ILPIs). Já na segunda-feira (22), o objetivo é concluir a imunização dos idosos com 90 anos ou mais.

Após o encerramento destas etapas, o município vai realizar o levantamento de quantas doses ainda sobraram para aplicar em profissionais de saúde até a quarta-feira (24). Caso o Estado não envie novos lotes neste período, a cidade terá de esperar outras doses chegarem para retomar a imunização.

Segundo a prefeitura, ainda faltam ser enviadas pelo governo estadual 4 mil doses da Astrazeneca e 2 mil doses da Coronavac. São vacinas que representam a segunda aplicação em quem já recebeu a primeira dose do imunizante.

> Como Joinville vai monitorar a nova variante do coronavírus

Balanço da vacinação em Joinville

Dados da prefeitura atualizados em 15 de fevereiro

1ª dose

13.291 recebidas

9.112 aplicadas (68,5%)

2ª dose

5.971 recebidas

170 aplicadas (2,8%)

Total

19.262 recebidas

9.282 aplicadas (48,1%)

> Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

Capacidade para 5 mil aplicações por dia

Joinville tem apenas um local público aberto para vacinação contra a Covid-19 neste momento. A Central de Imunização instalada no Centreventos Cau Hansen recebe o público dos grupos de risco que realizou o agendamento pela internet. Os demais estão sendo vacinados nos locais de trabalho ou moradia.

- Nós temos a capacidade de aplicar 5 mil doses diárias. Com as doses que vieram até agora, eu conseguiria encerrar a vacinação em três dias, mas tem toda uma questão de controle da imunização - afirma Jean.

A capacidade citada pelo secretário leva em consideração a ativação das 53 salas de vacinação existentes na cidade, mas que não foram abertas para a aplicação de doses até agora. A prefeitura deve utilizar essa estrutura apenas quando novos grupos prioritários começarem a ser vacinados.

Leia também

> Santa Catarina confirma mais dois casos da nova variante do coronavírus

> Joinville mantém lotação máxima de 50% nas escolas da rede municipal

Colunistas