nsc
an

Clima

Joinville volta a registrar chuva de granizo e alagamentos em ruas

Segundo a Defesa Civil, há risco de novos temporais ainda nesta segunda-feira

15/02/2021 - 14h23 - Atualizada em: 15/02/2021 - 16h52

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
cruzamento das ruas Juscelino Kubitschek, João Colin e Nove de Março alagados
Ruas do Centro de Joinville ficaram alagadas no início da tarde
(Foto: )

Joinville voltou a registrar chuva de granizo e ventania no início da tarde desta segunda-feira (15). Foram apenas alguns minutos, mas foi suficiente para causar alagamentos e queda de árvore em algumas regiões. A Defesa Civil de Joinville ainda está avaliando os estragos.

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Alagamentos foram registrados na rua do Príncipe e no cruzamento da JK com a João Colin e a Nove de Março, no Centro; e na rua Albano Schmidt, no Boa Vista, segundo imagens gravadas por moradores. No bairro Saguaçu, uma árvore caiu sobre a fiação. A Celesc já foi acionada para consertar o estrago. 

A Defesa Civil e os Bombeiros Voluntários trabalharam para atender as famílias que tiveram as casas destelhadas no bairro Ullysses Guimarães, na Zona Sul. Aproximadamente 100 metros de lona foram distribuídos para moradores de 25 residências que foram afetadas pelo vendaval. 

— A chuva não coincidiu com a maré, o que causou o alagamento foi o volume de água. A estação meteorológica registrou um acumulado de 37 milímetros em apenas 15 minutos — explicou o gerente da Defesa Civil de Joinville, Marnio Luiz Pereira.

Até o fim desta segunda-feira, há risco de novos temporais. O órgão municipal trabalha para concluir um relatório com todas as ocorrências atendidas nas últimas 24 horas. Segundo a Defesa Civil, este tipo de temporal é comum no verão e a orientação é que, em situações como esta, as pessoas não fiquem próximas de árvores, placas ou objetos que possam ser arremessados pelo vento.

Segundo dia de chuva de granizo

Joinville já havia registrado chuva de granizo na tarde de domingo (14). Moradores informaram que houve granizo no bairro Costa e Silva e a Defesa Civil registrou chuva de pedra também em bairros como Guanabara, Petrópolis, Floresta e América. Foram cerca de 20 minutos de chuva, com ventos a 51 km/hora. Houve destelhamentos de casas, desabamento de um muro e problema no fornecimento de energia elétrica. 

Joinville está em situação de emergência por causa das chuvas desde o início de janeiro, após temporais. A vigência do decreto é de 180 dias.

> O que abre e fecha em Joinville no Carnaval 2021

Colunistas