nsc
hora_de_sc

Alerta

Lagartas que causam queimaduras são encontradas em árvores de Florianópolis

Área afetada pelas lagartas de fogo foi isolada e plantas foram podadas para controle

26/04/2021 - 16h11 - Atualizada em: 26/04/2021 - 16h15

Compartilhe

Clarissa
Por Clarissa Battistella
Lagartas encontradas foram recolhidas para evitar maior propagação na área
Lagartas encontradas foram recolhidas para evitar maior propagação na área
(Foto: )

Lagartas que causam queimadura, quando em contato com a pele humana, foram encontradas em árvores próximas ao trapiche da Beira-Mar Norte, em Florianópolis. A área foi isolada pela prefeitura, nesta segunda-feira (26), que também fez a poda das plantas afetadas. 

> Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Chamadas de "Lagartas de Fogo", elas foram achadas em pelo menos sete árvores e removidas com o intuito de evitar a propagação para novos locais. O Centro de Zoonoses da Capital informou que a área será monitorada periodicamente e liberada para uso assim que o risco for reduzido. 

> Ciclista sofre corte no rosto em acidente com linha de cerol em Florianópolis

> Acidente com linha de cerol fere motociclista em Palhoça e gera indignação

A Fundação Municipal do Meio Ambiente de Florianópolis (Floram) ressalta a importância com os cuidados em relação ao inseto, que tem toxinas nos seus "espinhos", capazes de causar irritação no local atingido, seguida de dor e desconforto, até o aparecimento de manchas no corpo. 

E se eu encontrar lagartas de fogo?

Se vistas pela cidade, a recomendação é ficar distante e avisar imediatamente o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina, através do fone: 0800 643 5252.

Em caso de contato com a lagarta, também conhecida por taturana, a área deve ser lavada com água e sabão, além de buscar atendimento médico.

Leia também

Homem de 29 anos é encontrado morto em praia de Florianópolis

Jacarés se "aglomeram" e chamam atenção em Florianópolis; veja vídeo

Colunistas