O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou os primeiros escolhidos para comandar os ministérios em seu terceiro mandato. A lista divulgada inclui nomes de cinco ministérios:. O anúncio foi feito no Centro Cultural do Banco do Brasil, sede da equipe de transição, nesta sexta-feira (8) (veja lista).

Continua depois da publicidade

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

  • Fazenda: Fernando Haddad

Haddad foi prefeito de São Paulo entre 2013 a 2016 e ministro da Educação entre 2005 e 2012. Ele concorreu nas eleições deste ano ao governo de São Paulo, quando perdeu para Tarcísio de Freitas. 

  • Casa Civil: Rui Costa

Continua depois da publicidade

Ele é o atual governador da Bahia. Ele encerra neste mês os oito anos à frente do governo baiano e será sucedido por Jerônimo Rodrigues (PT) na função. 

  • Defesa: José Múcio Monteiro

Ele é ex-ministro do Tribunal de Contas da União. Múcio já foi ministro da Secretaria de  Relações Institucionais no segundo mandato presidencial de Lula.

  • Justiça e Segurança Pública: Flávio Dino

O senador é um dos coordenadores do grupo técnico que discute Justiça e Segurança Pública neste período de transição.

  • Relações Exteriores: Mauro Vieira

Vieira já comandou o Itamaraty no segundo governo de Dilma Rousseff,  entre 2015 e 2016. Atualmente, ele chefia a Embaixada do Brasil em Zagreb, capital da Croácia. 

Continua depois da publicidade

Vitória contra Bolsonaro

Lula foi eleito com 50,90% dos votos válidos (60.343.142) no segundo turno das eleições de 2022. O atual presidente Jair Bolsonaro (PL) ficou com 49,10% dos votos (58.205.255).

O petista já havia chefiado a República do início de 2003 ao final de 2010, ao emendar dois mandatos ao lado do já falecido empresário José Alencar, com quem compôs chapa à época.

Nos 12 anos em que ficou distante da Presidência, Lula conseguiu eleger por duas vezes ao cargo sua correligionária Dilma Roussef (PT), testemunhou ela sofrer um impeachment e foi preso ao ser alcançado pela Operação Lava Jato.

Leia também

Lula vai desmembrar Ministério da Economia em Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio

Continua depois da publicidade

Veja os próximos passos da PEC da Transição após aprovação no Senado

Destaques do NSC Total