nsc
dc

Fim de ano

Mais de 1,5 mil presos ganham saída temporária de fim de ano em SC

Seis cidades de SC estão na lista e, com 275 presos indo para casa no Natal, Blumenau irá conceder mais saídas temporárias

22/12/2021 - 15h51

Compartilhe

Gabriela
Por Gabriela Ferrarez
Segundo a SAP, este ano, ao todo, 1591 pessoas vão sair entre os dias 17 e 30 de dezembro
Segundo a SAP, este ano, ao todo, 1591 pessoas vão sair entre os dias 17 e 30 de dezembro
(Foto: )

Mais de 1.500 presos ganharam o benefício de saída temporária das prisões de Santa Catarina para passar o fim de ano com a família. A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) informou à reportagem os números de presidiários que irão sair em seis cidades do Estado.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O número é menor do que em 2020, quando 1.738 presos ganharam a saída temporária no final do ano. Segundo a SAP, neste ano, ao todo, 1591 pessoas vão sair entre os dias 17 e 30 de dezembro. Desses, 609 já foram liberados e outros 982 vão deixar as unidades prisionais nos próximos dias, conforme a secretaria.

Com 275 presos indo para casa no Natal, Blumenau é a cidade que irá conceder mais saídas temporárias entre as seis listadas pela SAP.

Confira as saídas temporárias nos municípios

  • Blumenau – 275
  • Chapecó - 159
  • Joinville – 99
  • Criciúma - 71
  • Florianópolis - 5
  • Campos Novos – 3

Cada preso pode ficar até sete dias com a família e, ao todo, pode receber o benefício quatro vezes ao ano. Segundo a SAP, entre os critérios para saída temporária está o bom comportamento, a proximidade de ir para o regime aberto e outros fatores avaliados pelo Juiz da Vara de Execução, responsável por cada liberação.

Regras sanitárias para o retorno às celas

A pandemia da Covid-19 fez o sistema prisional estabelecer regras para que o retorno dos presos às celas fosse seguro. Segundo a SAP, o protocolo para novos presos e a volta dos que saíram temporariamente é ir para uma área de isolamento. Conforme a secretaria, o teste do antígeno para a doença é feito se a pessoa manifesta sintomas.

Sem fazer os testes, os detentos que não apresentarem sintomas deverão ficar isolados por 10 a 14 dias a partir da data de ingresso. Aos sintomáticos, o período de isolamento passa a contar do início dos sintomas.

Leia também

IPVA 2022 em Santa Catarina: veja valor e calendário de pagamento

Formação de ciclone traz risco de chuva, raios e granizo para SC

SC tem mais de 615 mil pessoas que vivem com menos de R$ 500 por mês, diz estudo da UFSC

Colunistas