nsc
nsc

Saúde

Massagens para gestantes: entenda quais são as recomendações

Essas terapias aliviam as dores da gestação, e assim, contribuem com a saúde da mãe e do bebê

27/07/2022 - 09h43

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Contar com massagens durante a gravidez pode melhorar a circulação do sangue e aliviar dores nas colunas
Contar com massagens durante a gravidez pode melhorar a circulação do sangue e aliviar dores nas colunas
(Foto: )

A gravidez, embora seja um momento marcante para a vida de todas as mães, gera desconfortos e diversas dores. Afinal, o corpo feminino precisa se moldar para abrigar e suprir as necessidades dos bebês. Durante a gestação, é comum que as mulheres experimentem dores na coluna, cãibras, alterações posturais, entre outros sintomas que podem causar estresses, interferências no sono e outras complicações.

Ter uma gestação tranquila e sem dores pode ser um sonho para muitas mulheres, no entanto, alguns mecanismos contribuem para aliviar os aspectos negativos desta fase. Além do relaxamento do corpo e dos benefícios para a mente, contar com massagens durante a gravidez pode melhorar a circulação do sangue e aliviar dores nas colunas, além de fortalecer o bem-estar do próprio bebê.

> Conheça o Costão do Santinho, único resort all inclusive do Sul brasileiro

Depois dos primeiros três meses da gravidez, sessões de massagens para grávidas não geram nenhum risco. A ginecologista e obstetra Alessandra Bottini destaca que este tipo de terapia é ideal, e pode aliviar uma série de complicações.

— Massagens são ótimas opções para promover relaxamento e bem-estar, além de possibilitar alívio de eventuais dores relacionadas às tensões musculares, frequentes na gestação — explica Alessandra.

A médica detalha que as alterações fisiológicas da gravidez — em destaque, as mudanças no eixo de equilíbrio corporal e o aumento do volume abdominal — são os grandes responsáveis pelos desconfortos no período. Os efeitos mais frequentes são as dores na musculatura lombar e nas pernas. Além disso, segundo ela, a musculatura do assoalho pélvico também pode se contrair, devido a necessidade de suportar o peso do aumento do útero.

— Todo este peso pode causar contraturas nos músculos da região pélvica. Se não tratadas, elas podem causar dor nas áreas próximas, como a região lombar e o baixo-ventre. Esta condição pode ser tratada por uma massagem perineal, realizada no pré-natal —, reforça a médica.

Alessandra ressalta que esta terapia, embora pouco conhecida entre as gestantes, é uma ótima ferramenta para reduzir os sintomas, e ainda, está associada a um menor risco de trauma perineal grave e complicações no pós-parto. A médica afirma, ainda, que as massagens têm eficiência comprovada na redução de dores e ansiedades, e contribuem para uma experiência mais positiva no trabalho de parto.

Benefícios para mãe e bebê

Os benefícios de uma boa massagem durante a gravidez não são sentidos apenas pela mãe. Segundo a obstetra, todas as práticas que proporcionam a liberação de hormônios relacionados ao bem-estar na mãe, consequentemente, interferem positivamente para a saúde do bebê.

— A gestação é um momento de muitas transformações na vida da mulher, tanto físicas quanto emocionais. Sem dúvida, é de grande valia proporcionar a si mesma momentos de relaxamento e autocuidado durante essa fase. Esses momentos são um convite a desacelerar, além de serem oportunidades de conexão entre mãe e bebê —, destaca a médica.

Entre as terapias recomendadas pela médica, está o escalda pés, uma ótima opção de relaxamento que é de simples execução e ótimo custo-benefício. Além disso, Alessandra recomenda ainda os banhos de imersão em água quente, extremamente indicados para aliviar as dores musculares. No entanto, ela ressalta que deve-se atentar para temperaturas muito altas de água, o que reduz o risco de mal estar.

Alessandra destaca que a retenção de líquidos é um dos sintomas mais frequentes na gravidez, especialmente no terceiro trimestre. Para amenizar o sintoma, a drenagem linfática é uma terapia que pode ajudar, no entanto, deve ser feita por um profissional especializado no cuidado de gestantes.

— Se permitir dedicar um tempo ao seu bem estar deixará essa fase, que é muitas vezes considerada desafiadora, mais leve. No entanto, é preciso ter atenção: antes de começar qualquer procedimento, é muito importante que a gestante converse com o seu obstetra — recomenda Alessandra.

Costão SPA by L’Occitane - a atmosfera de relaxamento ideal

Gestantes que estão buscando massagens, banhos, escalda-pés e outras terapias podem encontrar no Resort Costão do Santinho o espaço ideal para aproveitar este momento. No Costão SPA by L’Occitane, diversos profissionais especialistas em uma grande variedade de terapias e rituais relaxantes estão preparados para atendê-las com excelência e atenção.

> 7 hábitos saudáveis para emagrecer

O pacote especial Day Spa Gestante foi pensado com todo carinho para as futuras mamães relaxarem com conforto e segurança. Além da qualidade técnica, o espaço proporciona um relaxamento constante desde o primeiro até o último momento. Isso acontece a partir de uma estrutura localizada próxima à natureza, uma atmosfera cuidadosamente harmonizada, e ainda, através dos produtos L’Occitane Au Brésil, ideais para os cuidados com a pele.

Durante o dia exclusivo no Spa do Costão, a gestante pode usufruir das terapias holísticas reiki e barra de access, a tradicional drenagem linfática, massagem cefálica, a hidratação facial orquídea e a terapia aquática. O pacote é completo, oferecendo uma combinação de terapias que trabalham o corpo e a mente, aliando todos os benefícios para proporcionar bem-estar para a mãe e o bebê.

Não é necessário estar hospedado para utilizar o Spa.

Para conhecer mais detalhes sobre o Costão SPA by L’Occitane e agendar um horário, acesse o site.

Leia também

Turismo em SC: Costão do Santinho Resort completa 30 anos de história em Florianópolis

Conheça as causas da queda de cabelos em crianças

Como manter a sexualidade após a maternidade

Colunistas