nsc
santa

Viva a tecnologia

Médica desaparecida foi encontrada no Alto Vale por rastreio de celular, diz madrasta; veja vídeo

Segundo a madrasta, a médica ficou desaparecida por 28 horas

19/04/2021 - 17h46 - Atualizada em: 20/04/2021 - 10h54

Compartilhe

Brenda
Por Brenda Bittencourt
A médica Mariana Fossati, de 30 anos que estava desaparecida após cair em uma ribanceira foi encontrada e passará por cirurgia para tirar o baço.
A médica Mariana Fossati, de 30 anos que estava desaparecida após cair em uma ribanceira foi encontrada e passará por cirurgia para tirar o baço.
(Foto: )

A médica desaparecida Mariana Fossati, de 30 anos, foi encontrada através de rastreio de celular, segundo a madrasta, Cibelle Fossati. Ela estava às margens da BR-470 no Alto Vale do Itajaí, entre São Cristóvão do Sul e Pouso Redondo, e foi achada na manhã desta segunda-feira (19). Em vídeo, a madrasta explicou como tudo aconteceu e como a ajuda dos amigos e da família foi essencial para encontrar a mulher.

> Acesse para receber notícias de Blumenau pelo WhatsApp

> Profissionais de limpeza ganham protagonismo em hospitais de SC e reforçam linha de frente da Covid-19

— Nós rastreamos o celular dela pelo Google até o momento em que havia sinal — explicou Cibelle.

De acordo com a madrasta, a médica Mariana Fossati, 30 anos, havia saído de Curitibanos para trabalhar no plantão de um hospital de Taió por volta das 4h45min deste domingo (18) e não voltou para casa, ficando desaparecida por cerca de 28 horas. Ainda segundo a madrasta, eles só perceberam que Mariana havia sumido quando ela não voltou para casa depois do plantão.

Foi neste momento que entraram em contato com o hospital e souberam que a médica não chegou na unidade de saúde para trabalhar. A família então se mobilizou para fazer buscas durante a noite. Eles acionaram o Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil e a Polícia Militar de Curitibanos para ajudar a encontrar a jovem.

— Ligamos para o hospital e eles disseram que não tinham o contato da família para perguntar o que havia acontecido — explicou.

Quando o celular de Mariana foi rastreado o último sinal enviado era de um local perto de onde ela estava. Segundo a madrasta, foi uma pessoa que trabalha como guincho na BR-470 que encontrou o carro da enteada.

Quando o carro foi localizado caído na ribanceira, a Polícia Militar e o guincho desceram até o local e constataram que Mariana estava viva, consciente e do lado de fora do veículo com machucados no rosto, pelve e costas, além de possível fratura no tornozelo direito e na clavícula.

A madrasta informou ainda que Mariana estava entrando em uma cirurgia no hospital de Curitibanos por volta das 17h desta segunda-feira para a retirada do baço, mas que o estado de saúde da jovem é estável e ela deve ficar bem nos próximos dias.

— Vai dar tudo certo, quero aproveitar para agradecer toda a família, amigos e pessoas que ajudaram na divulgação para que a gente encontrasse ela — agradeceu a madrasta.

Mariana teria contado aos policiais que se perdeu e saiu da pista por desviar de um cachorro. Muito ferida, não conseguiu subir o barranco para pedir ajuda. O veículo foi removido por um guincho particular acionado pelos familiares.

Veja o vídeo

Leia também

Acidente interdita BR-101 em SC e causa congestionamento nesta segunda-feira

Identificado motociclista que morreu em acidente com carro em Blumenau

Festa clandestina com 150 pessoas é encerrada pela fiscalização em Balneário Camboriú

Colunistas