nsc
dc

FAKE NEWS

Mensagens sobre novos ataques a escolas em SC são falsas, alerta polícia

Áudios enviados no WhastApp afirmam que outros autores cometeriam novos ataques em escolas e creches do Estado

04/05/2021 - 16h51 - Atualizada em: 11/05/2021 - 16h03

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
A polícia ainda esclareceu que está apurando a motivação e outros fatores que teriam feito o jovem cometer o crime
A polícia ainda esclareceu que está apurando a motivação e outros fatores que teriam feito o jovem cometer o crime
(Foto: )

Após o ataque a uma creche de Saudades, no Oeste de SC, em que um jovem de 18 anos matou três crianças, uma professora e uma agente educadora, áudios e mensagens sobre possíveis novos ataques em outras escolas viralizaram no WhatsApp. A Polícia Civil, porém, esclareceu que as mensagens são falsas.

> Receba notícias de Santa Catarina por WhatsApp

Áudios divulgados em grupos de WhatsApp afirmam que haveriam outros indivíduos, além do jovem de 18 anos, programando novos ataques em escolas e creches de Santa Catarina. Em nota, a polícia esclarece que, até o momento, as investigações iniciais apontam que esse foi um caso isolado na Escola Infantil Pró-Infância Aquarela. 

"Nenhum deles procede quanto ao seu conteúdo; do que temos ouvido e lido, tudo é fruto de vozes isoladas (talvez até mesmo desesperadas, mas que estão causando sobressalto nos ambientes familiares e escolares), sem nenhum amparo em fontes oficiais; por mais que as investigações estejam apenas em seu nascedouro, por ora (frise-se, pelo menos por ora) não há nada angariado que faça pressupor quanto a existência de mais indivíduos ou até mesmo um grupo com propósito deliberado a tamanha selvageria contra nossas crianças, professores etc", diz a nota. 

A polícia ainda esclareceu que está apurando a motivação e outros fatores que teriam feito o jovem cometer o crime. Pediu ainda a calma da população e disse: "não tenham dúvida de que caso surja qualquer informação com risco potencial, tal será amplamente divulgado através dos nossos canais oficiais".

Leia também

Identificada funcionária morta em ataque a creche no Oeste de SC

Quem é o autor do ataque que deixou cinco mortos em creche no Oeste de SC

Em ataque a creche de SC, professoras trancaram crianças na sala de aula para evitar mais mortes

Cenas de horror e gritos por socorro: professora relata desespero durante ataque a creche em SC

Colunistas