nsc
hora_de_sc

Lenda do carnaval

Morre Laíla, diretor do Carnaval do Rio de Janeiro

Ele estava internado com Covid-19; a informação foi confirmada pela escola de samba Beija-Flor

18/06/2021 - 14h02 - Atualizada em: 18/06/2021 - 20h01

Compartilhe

Por Redação NSC
A última escola que atuou no Rio foi a União da Ilha, em 2020.
A última escola que atuou no Rio foi a União da Ilha, em 2020.
(Foto: )

O Carnaval do Rio de Janeiro perdeu nesta sexta-feira (18) uma grande estrela. O diretor de carnaval Luiz Fernando Ribeiro do Carmo, também conhecido por Laíla, morreu vítima de Covid-19 aos 78 anos. A morte foi confirmada pela escola de samba Beija-Flor.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

> A morte de Laíla e o legado para as escolas de samba de Florianópolis

"Laíla deixa uma legião de admiradores que o viram revolucionar o espetáculo da Marquês de Sapucaí ao longo de mais de 50 anos de trabalho", disse a nota da Beija-Flor.

Internado no Centro de Terapia Intensiva, o fenômeno carnavalesco teve uma parada cardíaca por volta das 11h30 desta sexta-feira. Em março deste ano, Laíla chegou a postar em suas redes sociais que recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

> Jovem de 22 anos recém-formada em Blumenau morre vítima da Covid-19

Laíla estava no Carnaval há mais de 50 anos e teve passagens pela Beija-Flor, Salgueiro, Vila Isabel, União da Ilha e Unidos da Tijuca. A última escola que atuou no Rio foi a União da Ilha, em 2020.

> Morre o empresário Hugo Alencar, em Florianópolis, vítima da Covid-19

Quem também morreu no Rio de Janeiro foi Amadeu Amaral, o Mestre Mug, presidente de honra da bateria da Unidos de Vila Isabel. Ele estava hospitalizado para tratar uma hérnia de disco na cervical e contraiu uma bactéria que se instalou no pulmão. A informação foi confirmada pela escola Vila Isabel, no Instagram.

Leia também:

> Barbeiro morre por Covid-19 em Caçador sem conhecer filho recém-nascido

> Ultramaratonista de SC corre 232 km e se emociona com homenagem à mãe vítima da Covid; veja o vídeo

Colunistas