nsc
an

Pandemia

Morre o médico Marco Aurélio Gamborgi, do Centrinho Prefeito Luiz Gomes, de Joinville

Ele foi responsável por mais de 10 mil cirurgias em crianças com fissuras labiopalatais, muitas delas em Joinville

07/12/2020 - 14h57 - Atualizada em: 08/12/2020 - 13h11

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra o médico marco aurélio gamborgi
Marco Aurélio morreu na sexta-feira, dia 4 de dezembro, em Curitiba
(Foto: )

O cirurgião plástico Marco Aurélio Lopes Gamborgi morreu na última sexta-feira (4). Ele tinha 57 anos e teve complicações por causa da Covid-19 no Hospital Onix, em Curitiba, onde estava internado. Gamborgi realizou cerca de 10 mil cirurgias em fissuras labiopalatais, parte delas no Centrinho Luiz Gomes, em Joinville. As informações são do Conselho Regional de Medicina (CRM) do Paraná.

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

Natural de Lages (SC), o médico se formou pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná e começou a atuar como cirurgião plástico no Centrinho de Joinville, em 2005. Também atendia pacientes com lábio leporino em outras instituições, como o Centro de Atendimento Integral Fissurado Labiopalatal (Caif) e no Hospital Pequeno Príncipe, ambos em Curitiba.

> "Era um verdadeiro anjo", diz mãe de paciente após morte de médico Marco Aurélio Gamborgi

Gamborgi era referência na área e foi presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - Regional do Paraná, além de voluntário e presidente do Conselho Multidisciplinar da ONG Operação Sorriso do Brasil, pelo qual operava crianças com lábio leporino em regiões sem acesso, como tribos indígenas.

> Morre o ator Eduardo Galvão, vítima de coronavírus, aos 58 anos

De acordo com o CRM-PR, Marco Aurélio Lopes Gamborgi foi o 21º médico paranaense a morrer por causa do novo coronavírus desde o início da pandemia. Em Santa Catarina, 10 profissionais da medicina morreram após contraírem a doença. 

Mães de pacientes publicaram sobre gratidão ao médico

O velório e o sepultamento de Marco Aurélio Lopes Gamborgi ocorreram no sábado (5) no Cemitério Parque Iguaçu. Na RPC TV, afiliada da Rede Globo no Paraná, foi feita uma homenagem a Gamborgi no final do telejornal Boa Noite.

> O que está proibido e o que está liberado em Santa Catarina

Nas redes sociais muitos joinvilenses lamentaram a morte do cirurgião plástico. Mães de crianças que foram atendidas pelo médico publicaram sobre sua gratidão ao trabalho de Gamborgi. 

— Não há palavras suficientes neste momento que possam expressar a dor de todos nós, pais e mães dos pacientes do doutor Marcos Aurélio, com a sua partida. Fica aqui minha gratidão por tudo — escreveu Adriana de Assis, mãe de um menino atendido pelo cirurgião plástico.

​> Infográfico mostra como o coronavírus age no corpo humano

Outra mãe de uma paciente dedicou um texto a ele, relembrando os cuidados do médico com as crianças que atendia:

— Eu nunca vou esquecer da forma com que você trabalhava e lidava com a Maria. A última vez em que nos vimos foi há pouco mais de dois meses, para retorno pós-cirúrgico. Naquele dia você me pediu que retornasse dali a um ano para acompanhar a Maria. É, Dr. Marco, infelizmente não teremos a próxima consulta de um ano pós cirurgia com o senhor, mas tenha certeza que meu coração é grato por todo carinho que o senhor teve com minha filha. Foi incrível ver o quão perfeito era o seu trabalho, um dos melhores cirurgiões plásticos em fissurados — escreveu Nicole Lopes.

Leia também

> Comércio tem horário ampliado até a véspera de Natal em Florianópolis, Joinville e Blumenau

> Idoso de 93 anos é morto a facadas por cunhado em Itapema

> MEC muda para 1º de março aulas presenciais nas universidades federais

Colunistas