nsc
dc

Mistério

Mulher é encontrada morta dentro de casa com sinais de violência em Irani

Corpo foi achado na madrugada desta terça-feira (26); polícia abriu investigação sobre o caso

26/10/2021 - 18h51

Compartilhe

Por Luana Amorim
Vítima foi encontrada em cima de uma cama com vários ferimentos pelo corpo
Vítima foi encontrada em cima de uma cama com vários ferimentos pelo corpo
(Foto: )

Uma mulher foi encontrada morta com vários ferimentos pelo corpo na madrugada desta terça-feira (26) em Irani, no Oeste catarinense. O nome e a idade dela não foram divulgados. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Segundo os bombeiros voluntários, por volta das 3h50, uma equipe foi chamada por uma vizinha da vítima. Ela contou que o marido da vítima foi até sua casa pedir por socorro após encontrar a mulher morta no quarto.

Ao chegar no local, os bombeiros encontraram a vítima em uma cama, com vários ferimentos pelo corpo, principalmente na região do pescoço e do tórax, já sem vida. O marido dela também estava com um ferimento na cabeça e com manchas de sangue nas roupas.

Aos bombeiros, o homem disse que não lembrava o que aconteceu. Ele contou que estava dormindo e, quando acordou, viu a esposa na cama e chamou a vizinha. Ainda segundo a equipe, havia marcas de sangue nos cômodos da casa. 

Polícia aguarda resultado da perícia 

Por conta da situação, os bombeiros acionaram as polícias Civil e Militar, além do Instituto Geral de Perícias (IGP), que foram até o local. Segundo o delegado Marcelo Nogueira, de Concórdia, já há uma linha de investigação, mas a equipe aguarda o resultado da perícia para saber a causa da morte. 

— A Polícia Civil esteve no local dos fatos e já iniciou a investigação ali mesmo e também conversou com familiares e vizinhos — explica. 

O delegado, porém, afirmou que o caso segue em sigilo e, por isso, não serão divulgadas novas informações no momento. 

Leia também 

Servidor público de Joinville consegue na Justiça licença de 180 dias após adotar criança

Morre segunda vítima atropelada por motorista em Joinville, uma jovem de 25 anos

Passaporte da vacina em Florianópolis será exigido em shows e eventos; entenda decreto

Colunistas